Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Um bom projeto

O projeto pede vidros à prova de bala; vidros escuros ou espelhados que impeçam a visão de fora para dentro e gavetas para recepção de...

14/09/2015 às 03:33

Estou na torcida para que o prefeito Marcio Lacerda sancione projeto de autoria do vereador Tarcísio Caixeta já aprovado na Câmara Municipal e que estabelece normas para a construção de guaritas em prédios residenciais e comerciais na cidade de Belo Horizonte. A proposição apenas oficializa sugestões do sindicato que representa os porteiros e outros trabalhadores nos condomínios, no sentido de garantir mais segurança a estes e, por extensão, a moradores e usuários.

O projeto pede vidros à prova de bala; vidros escuros ou espelhados que impeçam a visão de fora para dentro e gavetas para recepção de objetos de pequeno porte (tipo cofre de posto de gasolina). Os prédios devem ter, também, aparelhos que captem e armazenem imagens em alta definição, câmeras externas para monitoramento das ruas, câmeras para monitoramento da entrada e saída de pessoas, gradis ou muros altos, botão de pânico instalado em local estratégico da portaria e vaga do pânico em local monitorado.

Sei que muitos dirão que tais exigências vão resultar em mais despesas... Não é bem assim, a maioria dos empreendimentos já vem com equipamentos e, além de só exigir dos prédios que serão construídos – muitos dos antigos sequer dispõem de espaço para guaritas – a lei também não obriga a todos. Um edifício que tenha apenas três andares e não precisará de porteiro físico não deverá fazer a guarita. Resumindo: o que o vereador quer é que ao buscar aprovação de um projeto na Prefeitura o engenheiro seja informado de que, se for prédio alto, com muitas unidades, deverá adotar providências que vão garantir segurança a quem mora e a quem vai morar ou trabalhar ali.

A única coisa realmente nova que se pede é a vaga de pânico... Sabem o que é isso? Nada mais que a ocorrência registrada em um condomínio do Bairro da Serra onde um morador colocou o carro numa vaga que normalmente ficava vaga e o porteiro, atento, estranhou, chamou a polícia e era o início de um assalto, que foi abortado. Assim, se todo prédio novo tiver uma vaga reservada ao momento de sufoco e ela ficar sempre no monitor do porteiro, em casos mais graves de ataques a moradores tudo será resolvido a tempo e hora.

Como não tem jeito de viver sem medo, como as medidas de segurança já fazem parte do nosso cotidiano, acho uma ótima ideia. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    😷 Apesar da queda, dois dos três índices permanecem no vermelho #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/covid-19-todos-os-indices-que-monitoram-a-pandemia-registram-q...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Atenção! Trinta e cinco centros de internação pediátrica serão abertos na capital nesta quinta-feira (27) #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/kalil-anuncia-abertur...

    Acessar Link