Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Sem teto e sem afeto

Sem teto e sem afeto

06/05/2013 às 02:13

Se faltava mais um sintoma de que estamos em uma sociedade doente, ele nos foi apresentado durante a semana passada na região Oeste de Belo Horizonte. A situação vivida por aqueles moradores de um prédio repleto de rachaduras não deixa dúvidas quanto ao caráter individualista e a falta de solidariedade para com os nossos semelhantes.

Imagine você, depois de trabalhar muito e sonhar a vida inteira, chegar à casa própria. De repente, uma fresta, uma trinca, uma rachadura, o pavor e o aviso da Defesa Civil de que é para sair, correndo, sem retirar os pertences – sejam eles de valor material ou sentimental – sem olhar para trás.

E lá, na rua, vem a noite, a chuva, a imprensa, a curiosidade dos vizinhos, e não aparece a mão que afaga. Não aparece o socorro oficial. Aliás, a única face de governo que apareceu por lá a semana inteira foi a Defesa Civil, cumprindo seu dever de evacuar o imóvel, para evitar o pior. Depois, bem depois, apareceu uma tenente do Corpo de Bombeiros – linda, boa de fala, mas sem um veículo, sem equipamentos de alta tecnologia para medir o perigo... Só observava e prearava-se para ações futuras (o que é importante). Aí, surgiu um novo impasse entre bombeiros e Defesa Civil sobre os reais riscos do prédio. .. Mas, acreditem, a polícia só apareceu depois da porta arrombada, melhor, da parede quebrada e da invasão de apartamentos pelos ladrões.

Agora, reflita comigo se é possível admitir num mundo civilizado que alguém encontre coragem para roubar de quem está ao relento. É mais ou menos aluno chutando o traseiro da professora e motoristas saqueando a carga de um caminhão tombado enquanto o condutor agoniza. Estamos numa sociedade doente. Falta-nos o mínimo de solidariedade, de respeito pelo próximo... A propósito, alguém ouviu falar num vereador, num deputado, um prefeito, alguém dos Direitos Humanos, alguma autoridade, alguém que aparecesse lá, para dar pelo menos uma palavra de apoio aos sofridos do Buritis?

Não devia o prefeito da cidade determinar o imediato abrigo daquela gente num hotel cujas despesas seriam pagas depois pela construtora ou pela parte realmente responsável?

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    A declaração foi feita após o anúncio de que a volta às aulas para as crianças de 5 a 11 anos será adiada para o dia 14 de fevereiro em Belo Horizonte

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽ Times escalados na Arena Independência para Cruzeiro X URT, e o repórter Samuel Venâncio traz as informações. Confira! #JornadaEsportivaNaItatiaia

    Acessar Link