Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Quem olha por nós?

Quem olha por nós?

06/05/2013 às 02:13

Dois episódios dessa semana nos dão uma amostragem de como nossos sistemas de defesa social são falhos, nos protegem pela metade e nos deixam à mercê de muita sorte e uma boa dose de cobertura divina. Enquanto a famosa “saidinha de banco” matou mais uma jovem senhora e continuamos nos discursos, o depoimento do sindicalista Carlos Calazans, na Assembléia Legislativa, traduziu-se numa lista completa de ausência do Estado no socorro ao pagador de impostos. Vamos esquecer a "saidinha de banco", um jeito fácil de roubar porque o bandido conta com a indiferença dos bancos – aos quais só o lucro sem limites interessa – e a omissão da polícia. Fiquemos no depoimento de Calazans. Ele reafirmou, junto à Comissão de Direitos Humanos, que foi atraído para um apartamento da zona Sul de Belo Horizonte, no dia 15 de setembro do ano passado, quando foi alvo de muita tortura, espancamento sem limites e submeteu-se a extrema humilhação, a ponto de ter de tocar órgãos genitais de homens encapuzados, enquanto seu algoz fotografava, prometendo levar o material para a internet e desmoralizá-lo, caso não atendesse a uma ordem básica: entregar ao bando, em no máximo 12 horas, um milhão de reais. Haveria outra sanção: cortariam o pescoço do neto de Calazans. E quem avisava era um primo de terceiro grau, Frederico Flores, sem máscaras, sem disfarces, convencido de que não haveria punição. Ele escapou por milagre, chamou a Polícia Militar que se limitou a lavrar ocorrência e entregar à Civil. Ali, o assunto adormeceu, apesar de o mesmo Calazans ter recebido cerca de 15 ameaças nos dias que se seguiram. Que situação de abandono a que chegamos!

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Como a Itatiaia vem informando, foram mantidos os R$ 4,9 bilhões do Fundo Eleitoral e os R$ 16,5 bilhões de emendas do orçamento secreto para o parlamento

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Câmaras flagraram ação suspeita, e crime foi impedido por seguranças #itatiaia

    Acessar Link