Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Presente de Natal

Presente de Natal

06/05/2013 às 02:13

Qual seria o presente de Natal ideal pra você? Para mim, essa pergunta tem sido motivo de muita reflexão há décadas. De repente, o melhor de todos, pode ser uma frase do grande jornalista Hiram Firmino quando, 20, 25 anos atrás, respondeu assim à minha afirmação de que não gostava de Natal: “Olha, Eduardo, mesmo admitindo que você tenha razão, que seja uma época de falsidades e aparências, pelo menos há esse tempo, no meio do ano tão real cruel”. Desde então, toda vez que vejo essas brincadeiras de amigo oculto estragadas por alguém que leva um presente ridículo ou simplesmente não leva, penso no Hiram. Penso – também - quando um patrão perverso abraça o trabalhador no fim de ano, aquela nora que odeia a sogra a elogia e beija... Enfim, Hiram tem razão. Vamos viver esse tempo de trégua no ódio. E vamos pensar em presente de Natal. Eu ganhei muitos, no plano pessoal, mas gostaria de pedir outros, para que meus netos tenham um mundo onde viver: quero um Anel Rodoviário decente, a BR 381 duplicada, o metrô de Belo Horizonte, prioridade mesmo, um transporte por ônibus mais respeitoso e alguma providência efetiva das autoridades para fazer os postos de saúde funcionarem… Quero mais escolas com atividades em tempo integral, uma Câmara Municipal que faça jus aos representados, uma Assembléia Legislativa que não seja “homologativa” e um congresso que não tenha coragem de aumentar o próprio salário em 62%. Enfim, queria muito que todos nós aprendêssemos a frase de Sócrates: “Se você não está satisfeito com o que tem, não estará nunca”. Em outras palavras: que sejamos menos avarentos e mais humanos, solidários, gente.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Operações foram interrompidas devido às fortes chuvas que atingiram o Estado nas últimas semanas

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Órgão fiscaliza a conduta abusiva de farmácias e laboratórios que, pela disparada da procura, aumentaram de maneira exagerada os preços dos testes

    Acessar Link