Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Pátria amada!

Sabe aquela velha – e desagradável – brincadeira de que Deus, ao fazer o mundo, teria dito em ralação ao Brasil, “vou livrar esse país de terremotos, maremotos e outras tragédias naturais, mas, em compensação, vocês verão o povinho que colocarei lá?”

03/02/2014 às 08:47

Sabe aquela velha – e desagradável – brincadeira de que Deus, ao fazer o mundo, teria dito em ralação ao Brasil, “vou livrar esse país de terremotos, maremotos e outras tragédias naturais, mas, em compensação, vocês verão o povinho que colocarei lá?”. Conheces a recorrente lembrança de que, quando veio para o novo mundo em busca de aventuras e descobriu o Brasil, Pedro Álvares Cabral se fez acompanhar de ladrões, deserdados e outros desajustados que Portugal queria expurgar de qualquer forma? Bem, em relação a Deus, vamos respeitá-lo. No que diz respeito aos patrícios “descobridores” uma coisa é certa: a ocupação do Brasil já começou com a violência dos mais fortes contra os mais fracos, aí incluindo extermínio, abuso sexual e injustiça. E, de lá prá cá, parece nossa sina – ou seria carma? – mas, a gente não consegue passar um dia sem raiva, por conta de ladrões, exploradores ou incompetentes na administração pública.

Mas, de todas as frases feitas, a melhor só ouvi uma vez, de um amigo. Disse ele, irritado com o clube de futebol do coração: “O Atlético é como o Brasil; tão grande, tão forte, tão querido que não conseguem acabar com ele, por mais que tentem”. De fato, quando a gente dá uma olhada na história brasileira, quando espia o nosso Congresso de hoje, vê algumas artimanhas do governo para baixar inflação nos números da contabilidade e uma série de outras aberrações, se pergunta como ainda somos pais grande, respeitado e em desenvolvimento. Agora mesmo, uma pesquisa feita em 65 nações apontou que o nosso Brasil é um dos 12 lugares mais cobiçados por aqueles que pretendem emigrar pelos mais diversos motivos.

Na lista dos destinos mais sonhados por quem não está feliz na terra natal, o Brasil é o único da América Latina, o único Bric (grupo formado por Brasil, Rússia, China e Índia) e a única nação ocidental em desenvolvimento. As pesquisas foram feitas no fim do ano passado e ouviram mais de 66 mil pessoas ao redor do globo. Elas foram questionadas se gostariam de morar no exterior se, hipoteticamente, não tivessem problemas como mudanças ou vistos e qual local elas escolheriam. Por isso, os resultados dizem mais sobre a imagem dos destinos mencionados do que com imigrantes em potencial. Se esse desejo virasse realidade, o Brasil receberia em torno de 78 milhões de imigrantes nesse cenário hipotético. Mas, em um mundo sem fronteiras, a população do País diminuiria - 94 milhões de brasileiros se mudariam para outras nações, se pudessem. Ainda assim, 53% dos brasileiros não desejam emigrar, porcentual acima da media mundial.

E você pode até não acreditar, mas, são eles, os argentinos os que mais gostariam de morar aqui. Italianos, portugueses, australianos e outros nascidos nas mais diversas partes do globo também manifestaram interesse de estar conosco, apesar da Galoucura, da Máfia Azul, do Sarney, do Renan, do complexo da Lagoinha...

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    😷 Apesar da queda, dois dos três índices permanecem no vermelho #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/covid-19-todos-os-indices-que-monitoram-a-pandemia-registram-q...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Atenção! Trinta e cinco centros de internação pediátrica serão abertos na capital nesta quinta-feira (27) #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/kalil-anuncia-abertur...

    Acessar Link