Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Parabéns, BH!

u conversava com o prefeito de Belo Horizonte, ontem à tarde, no Mercado Central quando Márcio Lacerda precisou atender uma pessoa. Imediatamente, uma moça se aproximou, pegou no meu braço e disse:

12/12/2014 às 09:30

Eu conversava com o prefeito de Belo Horizonte, ontem à tarde, no Mercado Central, quando Marcio Lacerda precisou atender uma pessoa. Imediatamente, uma moça se aproximou, pegou no meu braço e disse: “Vocês ficam reclamando de Belo Horizonte... Precisam ver o que é viver é lá em Marabá, no Pará”. A citação não tem a intenção de menosprezar a cidade paraense e muito menos de comparar nossa capital com qualquer outro lugar do país. O que quero dizer é que só quem viaja para o Norte do Brasil ou para qualquer parte do mundo dito desenvolvido, vai descobrir nossas fraquezas, mas, com certeza, sentirá um prazer enorme quando estiver voltando.

É certo que um viaduto caiu e isso nos envergonhou. No entanto, experimente ver o dossiê que a Prefeitura vai entregar hoje pedindo a transformação da Pampulha em Patrimônio Mundial da Humanidade; visite uma das 100 unidades municipais de ensino já inauguradas, dentro de um projeto premiado pelo Financial Times/Citi Ingenullty Awards e pela Infrastructure 100; saiba que o Unicef - órgão das Nações Unidas para a Infância - escolheu nossa BH como a cidade com ambiente mais adequado para crianças e adolescentes; temos o título de Cidade Livre do Analfabetismo; o programa de segurança alimentar foi reconhecido pela ONU como referência mundial; Prêmio Sasakawa 2013, reconhecimento da ONU ao conjunto de ações da PBH para reduzir riscos de desastres naturais; Melhor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica entre as grandes capitais; reconhecimento pelo cuidado com crianças e adolescentes, por meio do título de Cidade Amiga da Criança, pela Fundação Abrinq; maior programa de Saúde da Família do Brasil e prêmio internacional, obtido em Barcelona, pelo projeto Arena da Cultura.

E mais: aprecie o Parque Municipal, o das Mangabeiras e mais de 100 áreas de lazer. Conheça o Circuito Cultural Praça da Liberdade, que já reúne doze museus e espaços culturais já em funcionamento e consagra-se como um dos mais importantes do Brasil. E o Mercado Central? Você consegue lugar mais inclusivo, com cheiros, cores e prosas reunindo a riqueza das Minas Gerais? E o burburinho da Praça Sete, a tradição da Galeria Ouvidor?

Há muito por fazer, mas, convenhamos, o BRT, aos poucos, vai se consolidando como uma oportunidade de diminuição do sofrimento dos que precisam do ônibus; o hospital metropolitano do Barreiro segue em obras e as nossas três grandes reivindicações – Anel Rodoviário, BR-381 e metrô da capital estão incluídas no pacote de obras do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento.

Não moramos no paraíso. Mas é um lugar danado de bão, sô! E olha que conheço a máxima de Ariano Suassuna: “Pessimista é chato; otimista é bobo...Sou é realista esperançoso”.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Operações foram interrompidas devido às fortes chuvas que atingiram o Estado nas últimas semanas

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Órgão fiscaliza a conduta abusiva de farmácias e laboratórios que, pela disparada da procura, aumentaram de maneira exagerada os preços dos testes

    Acessar Link