Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Os números refletem a omissão

Os números refletem a omissão

06/05/2013 às 02:13

Tenho repetido no rádio há anos – e, doravante, direi com todas as letras neste espaço – que os políticos mineiros, independentemente de siglas partidárias e colorações ideológicas, têm se omitido nas últimas décadas em relação às principais demandas do Estado. Falo, sobretudo, desse vínculo pernicioso entre executivo e legislativo, pelo qual quem tem a caneta libera verbas sob orientação dos parlamentares que, além de não exercerem seu papel fiscalizador, tratam de agradar seus currais eleitorais e se perpetuarem no poder, transferindo-o para filhos e netos. Exemplo é a recém retirada de assinaturas de um pedido de CPI para apurar fraudes no Ministério dos Transportes.

O resultado é que quando o assunto é uma grande obra, como duplicação da BR 381 ou a restauração do anel rodoviário da capital, todos fazem discurso apoiando, mas, na hora da verdadeira pressão em Brasília, esquecem o compromisso. A prova maior foi obtida pelo senador Clésio Andrade: embora tenha a maior malha rodoviária federal (com 10 mil quilômetros), nos últimos sete anos Minas Geral ficou em 13º lugar no ranking de investimentos da União. E, embora tenha mandado sempre no Ministério dos Transportes e no DNIT, nosso Estado, campeão de acidentes (mais de 23mil por ano) e de mortos (4.780, mais do dobro do segundo colocado - a Bahia), continuamos em segundo plano no Palácio do Planalto.

É também do senador Clésio outra pesquisa estonteante. O Brasil pagou 531 bilhões de reais em juros da dívida pub liça nos últimos três anos, mas, no mesmo período, investiu apenas R$ 35 bilhões em infraestrutura de transporte. Especialistas estimam que o país precisaria investir 500 bilhões de reais, nos próximos cinco anos, para a recuperação, melhoria, expansão e modernização de toda a infraestrutura de transporte brasileira, para manter o país em condições de competitividade no mercado internacional, além de gerar os empregos que necessitamos. Cá entre nós, ainda que não sejamos técnicos de alto nível do governo federal, ainda que não tenhamos bagagem para julgar, não parece estranha essa história de dar mais incentivo (redução de IPI) à produção de carros? Aonde  vamos colocar mais carros?

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    😷 Apesar da queda, dois dos três índices permanecem no vermelho #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/covid-19-todos-os-indices-que-monitoram-a-pandemia-registram-q...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Atenção! Trinta e cinco centros de internação pediátrica serão abertos na capital nesta quinta-feira (27) #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/kalil-anuncia-abertur...

    Acessar Link