Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Os inquestionáveis

Os inquestionáveis

06/05/2013 às 02:13

Sábado à noite. O América perde mais uma.. Os jogadores deixam o campo e o repórter de rádio se aproxima para entrevistar o lateral Marcos Rocha, mas é solenemente ignorado. E explica: “É que o jogador nem me enxergou, pois estava brigando com alguns torcedores, da arquibancada, inclusive chamando para a briga, lá fora do estádio”. Primeiro, me perguntei por que não estava fazendo coisa melhor, naquele dia, naquele horário. Depois, retomei velhas reflexões sobre o absurdo que é o mundo do futebol no país. Os técnicos são cidadãos de classe especial – sempre os mesmos, que nunca ficam desempregados, ganham salários altíssimos, quando despedidos recebem o restante do contrato e continuam, na esmagadora maioria, prepotentes, agressivos e mal educados com os repórteres ou comentaristas que ousam fazer uma pergunta que não seja para “levantar a bola”. Os jogadores se miram no mau exemplo. Vejamos o caso de Sete Lagoas. O cidadão pagou ingresso, viajou por 80, 100 quilômetros, para ver seu time perder inúmeros gols no primeiro tempo por pura incompetência, tomar a virada e continuar na lanterna do “Brasileirão”. E, se reclama, é espinafrado pelo “atleta” que se julga ofendido ou coisa parecida. Alguém precisa dizer ao Marcos Rocha que, cinco ou seis minutos antes de o jogo acabar, ele pegou uma bola de frente para o gol e jogou na lateral do campo. Alguém precisa lembrar que ele é fraco, perdeu o duelo para um time que tem nas laterais Tiago Féltri e Rafael Cruz – ambos de triste memória em Minas. É preciso a gente avisar aos jogadores de futebol que seus salários, dignos de executivos tarimbados das maiores companhias do mundo, e, que trabalham 20 horas por dia, são pagos pelos humildes, que amam essa paixão nacional que é a bola. O América do Marcos é horroroso, meu Galo da mesma espécie e o Cruzeiro não está muito longe disso. Essa gente precisa nos ajudar a tornar o mundo menos violento... A propósito, e aquela turma que matou o torcedor rival na porta do shopping? Será que ninguém vai para a cadeia? Será que nem as câmeras filmando, identificando os responsáveis é o bastante para acabar com essa selvageria promovida por bárbaros e incentivada por jogadores medíocres e dirigentes incompetentes?

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    😷 Apesar da queda, dois dos três índices permanecem no vermelho #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/covid-19-todos-os-indices-que-monitoram-a-pandemia-registram-q...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Atenção! Trinta e cinco centros de internação pediátrica serão abertos na capital nesta quinta-feira (27) #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/kalil-anuncia-abertur...

    Acessar Link