Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

O presente mais pedagógico

A primeira dica é exatamente não dar aula de economia; as crianças não têm como compreender conceitos como déficit fiscal, superávit primário...

09/12/2015 às 11:19

Antes que a semana a elas dedicada termine, as crianças merecem a atenção de seus pais para alguns conselhos de um verdadeiro especialista, o professor e economista Carlos Eduardo Costa, palestrante e autor de oito livros que falam sobre educação financeira infantil. Trata-se de assunto sempre importante, mas, em decorrência dos tempos bicudos que vivemos, com dólar disparado, inflação em alta, emprego escasso, autoestima em baixa, crianças impactadas por pais tensos, as necessárias adaptações exigem cuidados especiais com os pequenos.

A primeira dica é exatamente não dar aula de economia; as crianças não têm como compreender conceitos como déficit fiscal, superávit primário, queda do nível econômico ou escalada da taxa de juros. De nada adiantará, também, simplesmente externalizar toda a insatisfação com os rumos da política econômica ou falar mal da Dilma. Há um limite de maturidade e de compreensão da realidade que impede que as crianças compreendam o assunto, o que pode ser agravado quando são tratadas com hostilidade.

É importante traduzir todos estes acontecimentos mostrando claramente quais serão os impactos no dia a dia da família. É uma oportunidade de introduzir o tema de finanças para todos os membros da família. Mas, no caso das crianças, com cuidado... Frustrações podem ocorrer e é preciso aceitar que as crianças protestem contra o cancelamento de uma festa de aniversário ou de viagens durante as férias. O sofrimento pode torná-las melhores cidadãos no futuro, se percebem que os pais reconhecem sua dor. Mas, diz o economista, é preciso que os pais passem firmeza nas decisões e não voltem atrás ao primeiro choro.

Carlos Eduardo Costa lembra que o sonho de todo pai é ver o filho se realizando e, se foi bem educado para as finanças na idade tenra, será com certeza pessoa adulta mais equilibrada. Algumas dicas:

-Peça ajuda as crianças para confeccionar a lista de compras; quando for às compras, peça ajuda delas para pesquisar os preços e incentive-as a encontrar produtos mais baratos; crie com elas um calendário com as datas especiais (aniversário, dia das crianças e Natal, por exemplo) nas quais serão presenteadas; aproveite as contas de consumo, como de água e energia, pra ensiná-las a acompanhar o consumo; pesquisem dicas para evitar desperdícios; conforme a faixa etária da criança utilize reportagens, leituras complementares ou tirinhas que permitam a construção do conhecimento sobre o tema; incentive o consumo consciente; é importante diferenciar desejo e necessidade.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    A suspeita é de que a vítima estava em alta velocidade #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O homem estava sem capacete e foi localizado com vários ferimentos na região da cabeça #itatiaia

    Acessar Link