Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

O pior pode estar por vir

Não consigo conversar com uma pessoa ou caminhar dez metros sem ouvir que a situação está horrorosa. O pior é que ninguém ousa prever...

21/08/2015 às 03:18

Não consigo conversar com uma pessoa ou caminhar dez metros sem ouvir que a situação está horrorosa. O pior é que ninguém ousa prever para quando podemos esperar dias melhores. E o que vem de Brasília é cada dia mais assustador. Não bastasse tanta roubalheira, sempre acompanhada de desfaçatez da parte dos que deviam se envergonhar, algumas atitudes dos nossos congressistas só colocam mais pulga atrás das nossas orelhas. A última é essa “reforma política” que não muda nada, ou, pior, produziu uma mudança que considero muito perigosa. Essa estória de proibir a reeleição nos cargos executivos pode parecer maravilhosa, sinônimo de renovação, democracia, mas, a meu ver vai nos encaminhar de vez para a falta de foco e o imobilismo no serviço público.

Hoje, já temos um quadro terrível, com eleições ano sim ano não. Quem ganhou para governador ou deputado ano passado este ano está cuidando dos amigos que vão se candidatar a prefeito e vereador no ano que vem... Estes, por sua vez, assim que tomarem posse em 2017 vão trabalhar para a retribuição em 2018... E assim caminha a rotina, na qual ninguém ousa contrariar interesses nem mexer em grandes polêmicas... Por isso, a gente tem metrô de mentira, anel rodoviário assassino e BR-262 inacreditável... Não resolve Izidora, não tem guarda de trânsito...

Já imaginaram, quando nenhum governador ou prefeito ficar mais que quatro ou cinco anos no cargo? Qual obra estruturante o administrador vai planejar, buscar recursos, fazer projeto e executar? Um bom exemplo da administração Márcio Lacerda são as Unidades Municipais de Educação Infantil (mais de 100 já construídas) que exigiram esforço de dois mandatos... O Hospital Célio de Castro, do Barreiro, nem com sete anos ele conseguiu fazer funcionar... O governo do Estado pensa em privatizar o João Paulo II porque não consegue colocar pediatras no único hospital que atende criança pobre numa região metropolitana de 5,6 milhões de habitantes.

Tomara que esteja errado, pois, penso que teremos o prefeito bancando o síndico e administrando coleta de lixo e o governador mandando ambulâncias com no de deputados para o interior.

Ah, sem falar que vão gastar os dois primeiros anos para “colocar a casa em ordem” e os dois últimos cuidando do próprio destino político... 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Enquanto o grupo ganha cerca de US$ 15 mil por minuto, mais de 163 milhões de pessoas estão na faixa da pobreza

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    CONTEÚDO PUBLICITÁRIO O endividamento das famílias aumentou e um dos principais motivos é a utilização do recurso que cobra um dos juros mais altos do mercado. Os juros do ro...

    Acessar Link