Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Melindrosos

A Fifa publicou conselhos para os que virão ao país pela primeira vez e, de novo, o grito geral obrigou a retirada do material da página da entidade.

26/03/2014 às 10:18

Viver está cada vez mais difícil. Depois que inventaram o “politicamente correto”, a gente tem medo de abrir a boca. E pegar na caneta.  A Copa do Mundo entre dá “pau prá cheirar” todo dia. Recentemente, uma fabricante de material esportivo preparou material sugerindo sexo à vontade entre nós e teve de voltar atrás, mediante protestos (aos quais me incluo). Agora, a revisita digital da Fifa publicou conselhos para os que virão ao país pela primeira vez e, de novo, o grito geral obrigou a retirada do material da página da entidade. Vejamos as dicas:

“Os brasileiros são otimistas e nunca começam uma frase com a palavra “não”. Para eles, “sim” significa na realidade ‘talvez”. Quando disserem “Sim, eu te ligo”, é melhor que não espere que o telefone toque nos próximos cinco minutos. A pontualidade é um conceito muito flexível no Brasil. Quando marcar com alguém, ninguém espera que estará no lugar combinado na hora exata. O normal é contar com uns 15 minutos de atraso. Os brasileiros e as brasileiras não estão familiarizados com o costume da Europa de manter distância como norma de cortesia e conduta. Eles falam com as mãos e não evitam de tocar o interlocutor. Isso pode facilmente se transformar em um beijo se a conversa estiver ocorrendo em uma discoteca, por exemplo. A paciência na hora de esperar não é uma das principais virtudes dos brasileiros. Por exemplo, não existe uma “fila mecânica” como na Europa. Os brasileiros preferem ser inteligentes, sempre se arranjando para chegar na frente.

Quem se animar a ir a uma churrascaria, deverá praticar jejum de 12 horas e maneirar na hora de comer, já que as melhores carnes chegam na parte final. A regra que dá direito à preferência dos carros no trânsito é simples: o veículo maior passa na frente. A imagem das mulheres com pouca roupa, tão típica no carnaval, pode ser enganosa e é diferente da realidade. É certo que os biquínis brasileiros têm menos pano que os europeus, mas as brasileiras nunca os tiram na praia, onde fazer topless é proibido e pode resultar em prisão. Os turistas que tentarem se comunicar em espanhol terão a sensação de estar falando com as paredes. A língua nacional do país é o “brasileiro”, uma variável do português. Quem falar que Buenos Aires é a capital do Brasil, pode estar seguro de que será deportado imediatamente. As bacias da Amazônia fazem maravilhas: previnem as rugas e têm o mesmo efeito de uma bebida energética. Algumas mordidas podem recuperar o jogador de futebol mais cansado.

No Brasil é muito comum fazer as coisas no último minuto. A recomendação aos turistas é que tenham muita paciência. No final, tudo estará pronto a tempo. Isso pode ser aplicado aos estádios. A filosofia dos brasileiros na vida pode ser resumida com a seguinte frase: “relaxa e aproveita”.

Cá entre nós, a Fifa é chata, autoritária, não tem o direito de escrever ou falar qualquer coisa a nosso respeito antes de perguntar se pode. Mas, cá entre nós, a pergunta é: a cartilha era mentirosa?

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Temperatura máxima pode chegar aos 28ºC #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Antes da pandemia, cerca de 3.500 profissionais atuavam na área; agora, não é possível precisar o número #itatiaia

    Acessar Link