Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Mantega, o maior vendedor de carros do mundo!

Mantega, o maior vendedor de carros do mundo!

06/05/2013 às 02:13

As montadoras fizeram leilões de seus estoques no fim de semana, mas sonham mesmo é com uma nova prorrogação, pelo governo federal, da redução no IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). O corte, feito pelo governo em maio, está previsto para acabar na próxima sexta-feira. Na semana passada, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que o governo “ainda” não avaliou se vai estender a redução por mais alguns meses. Em outras ocasiões, o governo já prorrogou prazos de isenções. A Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) vem se manifestando a favor da prorrogação. Os dados da Fenabrave mostram que, em julho, houve um aumento de 3,15% nas vendas de veículos no país, na comparação com junho. O IPI dos carros nacionais 1.0 caiu de 7% para zero. Carros nacionais (ou com certo percentual de peças brasileiras) até 2.0 tiveram redução de IPI de 11% para 5,5% (flex) e de 13% para 6,5% (a gasolina). A ideia foi estimular as vendas e a economia, para enfrentar a crise global. Em contrapartida, as fábricas de carros se comprometeram a não demitir funcionários. Mas, é pouco. Ou melhor, já chega desta história que mais parece chantagem. É só dar uma olhada na relação de todos os setores que foram beneficiados com redução de taxas e impostos nos últimos anos. Todos têm poder de lobby. Ainda que seja lobby legítimo, mas todo mundo que consegue algum benefício tem o poder da mobilização. Vejamos alguns argumentos contra: o primeiro é exatamente as ruas já inchadas, não cabem mais veículos; o segundo é que pessoas sem condições efetivas de compra, mas, movidas pela propaganda fácil e financiamentos de até 100 meses, estão entrando na onda e comprometendo a estabilidade familiar; ademais, alguém se preocupa com o que ocorre no mercado de carros usados, com seus componentes, pneus, peças? E o tanto de gente falindo, demitindo... Ah, e para finalizar, por que o governo não pega o dinheiro do imposto que isenta as grandes montadoras e o usa para melhorar o transporte público, construindo metro, por exemplo, em vez de ficar enriquecendo multinacionais? O ministro bem que podia parar de vender carro e pensar no Brasil das micro e pequenas empresas, verdadeiros motores da nossa economia e da nossa vida que, quando lucram, reinvestem o dinheiro aqui mesmo.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Você é a favor da capacidade máxima nos estádios durante o Mineiro? Dê sua opinião! #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/reuniao-entre-governo-de-minas-e-fmf-na-qua...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Com crescimento no número de casos em janeiro, o município abriu mais 204 leitos de enfermaria e nove de UTI #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/prefeitura-de-belo...

    Acessar Link