Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Homens maus?

Homens maus?

06/05/2013 às 02:13

Dizem que o segredo para se viver bem na melhor das idades – a terceira – é saber envelhecer, administrando as alterações no corpo. Uma brincadeira dos que só pensam em sexo é bastante filosófica: “O que era mole fica duro e o que costumava ficar duro só fica mole”. Falando de músculos, claro. Quem não concorda que experimente um enrijecimento do pescoço, nos ombros ou nas costas para ver como incomoda. Brincadeiras à parte, o melhor mesmo é que, se um por um lado, a vontade de fazer xixi nos obriga a sair da cama no melhor da madrugada e o sono não volta, em estando acordado dá para ligar o rádio e ouvir uma música, nova ou antiga, para começar bem o dia. Numa dessas madrugadas incrivelmente frias dos últimos dias, lá estava o velho e bom rei Roberto Carlos cantando “O homem mau”, um de seus incontáveis sucessos. Foi imediata a ligação daquele personagem com alguns nomes famosos do noticiário de hoje. A música de Roberto nos remete a Luciano Farah, aquele dono de postos de gasolina que ameaçou e depois matou um promotor, à luz do dia, para mostrar que era macho; o jovem Frederico Flores, que queria o mundo à sua maneira, cortou cabeças, extorquiu, ameaçou e decepcionou amigos e familiares: Bruno, a promessa de uma vida milionária, a fama sem limites que, numa briga do colega de clube, Adriano, foi à televisão e disse, entre outras bobagens “quem nunca trocou uns tapas com a mulher?”... Sabem onde estão os três homens maus? No mesmo pavilhão, num presídio de segurança máxima. Eles provam que braveza só leva a “três” palavras que começam com a letra “C”: cadeia, cadeira de rodas ou cemitério. No mais, paz, amor e saúde pra você!

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Operações foram interrompidas devido às fortes chuvas que atingiram o Estado nas últimas semanas

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Órgão fiscaliza a conduta abusiva de farmácias e laboratórios que, pela disparada da procura, aumentaram de maneira exagerada os preços dos testes

    Acessar Link