Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Governo faz mal à saúde

Provavelmente por conta de minhas origem de roça, um assunto que me seduz é a agropecuária.

17/07/2015 às 12:57

Provavelmente por conta de minhas origem de roça, um assunto que me seduz é a agropecuária. Especialmente o universo dos pequenos e médios produtores, os que precisam ter estratégias para sobreviver e os que vivem de pé no chão, quase sempre sem muita instrução e perspectivas na vida. Dia desses conversava com o amigo Flávio que herdou do pai o gosto pela fazenda e cria gado de corte no Norte de Minas. Ele falava da venda de 200 bezerros porque o capim não cresceu o bastante e veio a preocupação de não ter como alimentar todo o plantel.

Como você vende? Há segurança no negócio? E a estrutura de leilões? Fiz um tanto de perguntas para o caro Flávio que, na medida do possível e do que a minha ansiedade permitiu, deu explicações. Quando o produtor quer vender ele vai aos leilões, normalmente realizados pelo sindicato rural, porto quase seguro para interessados se encontrarem e realizarem seus negócios. Quase porque, me disse o amigo, “se o comprador resolver dar o cano, ninguém segura”. Ainda assim é um mundo relativamente seguro, para profissionais. Aliás, esse é outro aspecto sobre o qual quis saber porque, afinal, não vêm do campo as maiores queixas, historicamente? Flávio me contou que o fazendeiro é mais ou menos como o proprietário de uma loja do Mercado Central... “Está sempre reclamando que as vendas estão ruins, que o comércio piorou...”. Se você disser que quer comprar a loja dele muda de assunto na hora. Não é a toa que o Brasil tem o maior plantel e o segundo maior mercado de produção de carne do mundo, perdendo apenas para a Austrália.O que me chamou a atenção mesmo foi quando perguntei ao Flávio se não há uma intervenção maior do governo no comércio, incentivos fiscais, apoio técnico considerando que a agropecuária é o motor do nosso já combalido desenvolvimento... Ele até se benzeu, dizendo que tudo o que o produtor rural quer no país é que o governo continue longe, para não atrapalhar.

Ai, me lembrei de dados recentes que li sobre a produção do leite: Minas Gerais é o maior estado produtor do Brasil, com participação de 27,2 por cento na produção nacional, ou seja, 9,3 bilhões de litros de leite por ano. Detalhe: se fosse um país, Minas seria o décimo segundo maior produtor, gerando 25 mil empregos diretos nos campos e currais. Apesar de uma frase que o ex-presidente da Federação da Agricultura, Gilman Viana, adora repetir: “Na Europa, um pecuarista compra um freezer para o neto pagar; aqui, se ele comprar, os juros deixam o neto sem fazenda”. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Pagamento será depositado diretamente na conta bancária informada na declaração. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Primeira-ministra destacou que "fase vermelha não é lockdown"

    Acessar Link