Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Extintores de cidadania

Fiz questão de procurar no dicionário o significado da palavra cidadania que, desde a Grécia antiga, é o conjunto dos direitos relativos ao cidadão...

23/09/2015 às 12:11

Fiz questão de procurar no dicionário o significado da palavra cidadania que, desde a Grécia antiga, é o conjunto dos direitos relativos ao cidadão, isto é, todas as implicações decorrentes de uma vida em sociedade… Claro que, ao longo da história, o conceito foi ampliado, passando a englobar valores sociais. Também olhei na Wikipédia a melhor definição para respeito, que “demonstra um sentimento positivo por uma pessoa ou para uma entidade, como nação ou religião. 

Não busquei melhor definição de governo porque já tenho a minha há alguns anos: trata-se de uma autoridade que regra a convivência em sociedade, um mal necessário e, sem dúvida, “cada povo tem o governo que merece”; assim, aqueles povos que se organizaram mediante lutas, questionamentos, liberdade de expressão e apreço pelo próximo seguramente terão governos mais respeitosos para com os governados.

Tais reflexões são a forma que encontrei para falar de uma decisão do Conselho Nacional de Trânsito em ofender seus membros ou escrever palavras não apropriadas neste espaço que prezo tanto e para pessoas que respeito muito, como o ministro Patrus Ananias e o jornalista Rogério Tavares, só para ficar em duas. Não há como entender o que fizeram os velhinhos do Contran sem estudar um pouco de sociologia, entender o que chamam de governo e encarar as consequências para os povos colonizados de um período de opressão.

Como podem fazer tanta hora com a cara do brasileiro sem ter medo de uma de uma revolta popular? Como explicar que num ano fazem uma lei mudando as características dos extintores, sob alegação de que o modelo em uso não garante a segurança necessária, e prorrogam a vigência da lei, provocam corrida aos postos, estimulam novas linhas de montagem, criam uma expectativa de vendas e… De repente, anunciam que o objeto não é tão importante assim, que fizeram estudos, descobriram que os carros hoje são mais modernos, que, no caso de incêndio, poucos saberiam usar o objeto e… Sem cerimônia, pedido de desculpas ou cara queimando, pedem a todos nós, proprietarios de veículos para esquecer, jogar fora o extintor, quem os produziu arcar com o prejuízo, quem os tem na loja entregar para o próximo assaltante…

Esse Contran é daqueles órgãos públicos que premiam alguns burocratas já de cabeça branca e competência duvidosa com um empreguinho bom, trabalhar só de vez em quando, melhor, reunir, tomar água mineral, cafezinho, pão de queijo e, se alguém sugerir, toma-se uma decisão. As consequências dela? Nem ligam; isso é assunto para país que tem respeito à cidadania e gente que reage ao escárnio.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Temperatura máxima pode chegar aos 28ºC #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Antes da pandemia, cerca de 3.500 profissionais atuavam na área; agora, não é possível precisar o número #itatiaia

    Acessar Link