Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Diferença entre projeto e realidade

A cada dia fico mais convencido de que governo é algo que nasceu para dar errado. É impressionante a capacidade dos que dirigem nossos...

21/10/2015 às 12:40

A cada dia fico mais convencido de que governo é algo que nasceu para dar errado. É impressionante a capacidade dos que dirigem nossos destinos de estragar boas iniciativas. Já escrevi nesse espaço que o Move nunca foi meu modal de transporte preferido… Acho que a cidade devia combinar ônibus, como alimentadores, monotrilho, para áreas apertadas como Avenida Pedro II, e o metrô, de verdade, debaixo da terra, ligando todos os lados da cidade, entrelaçando destinos e impedindo qualquer congesgtionamento da area mais central. No entanto, torço muito para que o tal BRT dê certo e sinto que, de uma forma geral, as pessoas gostam dele, quando se desloca entre o centro e as estações… O problema é daí até em casa. E isto no caso da capital porque o governo do Estado, na gestão passada, agiu irresponsavelmente com a região metropolitana.

Nas cidades da Grande-BH há queixas de toda ordem, especialmente em relação a estações em cima de pinguelas, córregos com esgoto a céu aberto e até paradas inexplicáveis como a que obrigava moradores de Lagoa Santa a uma baldeação no Morro Alto, em Vespasiano. Vejam o caso do João Medeiros, estudante de Jornalismo da PUC Minas. Ele escreveu:

Sugiro que você e suas equipes façam uma apuração no terminal São Benedito, onde a empresa colocou fiscais pra não deixar que os passageiros fiquem na frente dos coletivos e querem cobrar o mesmo valor de passagem pra ir do terminal até os bairros (R$ 3, 95), o que não é justo, já que os ônibus não gastam 30 minutos pra chegar em seu bairros. Algumas linhas, inclusive, não gastam 20 minutos para ir ao bairro e voltar para o terminal. Muitos trabalhadores que já efetuaram o pagamento da passagem no move com dinheiro, são cobrados pelos fiscais à pagar outra passagem na linha alimentadora, o que acaba gerando confusão por que, na maioria dos casos, os fiscais não têm a mínima educação para lidar com a situação. Todos estão trabalhando, e o grande problema é a bagunça do Sistema Move Metropolitano, que excluiu os cobradores dss linhas e deixou vários chefes de família desempregados. Um sistema que pratica venda casada de cartões de passagem, porque, se a pessoa não tem o cartão, não possui integração tarifária é coagida a pagar duas passagens.

Outro grande problema, é a superlotação em determinados horários. Ha relatos de quem pega no ponto em frente ao Shopping Estação de que se passaram 5 ônibus e nenhum parou por estarem todos superlotados. Mês passado presenciei uma agressão de um passageiro a um motorista da linha que parou no ponto do Estação, mas não abriu a porta de trás do ônibus para as pessoas entraram. Atitude correta do motorista que fica "vendido" em uma situação dessa. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Com crescimento no número de casos em janeiro, o município abriu mais 204 leitos de enfermaria e nove de UTI #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/prefeitura-de-belo...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    🐰 Fábio seria uma boa contratação para o Coelho? Dê sua opinião! #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/fabio-aceita-diminuir-pedida-salarial-e-conversas-com-o-ameri...

    Acessar Link