Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Desejo de matar

Desejo de matar

06/05/2013 às 02:13

O que aconteceu em Coronel Fabriciano na noite de anteontem é mais uma prova de como um homem pode perder o juízo ao ser rejeitado. Desta vez, o cidadão não apenas matou uma, mas feriu outra mulher e, para não deixar dúvidas de que realmente queria sangue, atirou contra a própria cabeça. De acordo com o registro da Polícia Militar, o homem, de 44 anos, abordou uma mulher de 33 anos enquanto ela ia para a igreja, no bairro Mangueira, lá em Fabriciano. Era fim da tarde de segunda-feira. Inconformado com o término de uma relação que durou um ano e sem chances de reaproximação, tentou pela última vez. Diante da negativa, sacou de um revolver calibre 38 e começou a atirar. O primeiro disparo atingiu o braço da mulher que começou a correr, foi baleada nas costas, mas, mesmo assim, conseguiu fugir e foi socorrida no Hospital Siderúrgica, onde está internada e não corre risco de morrer. Alucinado, o cidadão partiu para a casa da ex-mulher, de 39 anos, que foi atingida na cabeça e morreu na hora, enquanto o filho do casal gritava por socorro. O assassino então foi para casa e atirou contra a própria cabeça. Essa ocorrência realça o que tem sido dito com insistência neste espaço e reflete apenas a experiência de mais de três décadas de repórter, cobrindo delegacias e locais de tragédia. É preciso sim a polícia agir, a justiça ouvir os pedidos de socorro das mulheres ameaçadas, mas, quando um cidadão perde a cabeça, não assume sua incompetência e quer decidir as coisas à sua maneira só Deus pode impedir o pior. A combinação de loucura e amor tem cheiro de pólvora.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Operações foram interrompidas devido às fortes chuvas que atingiram o Estado nas últimas semanas

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Órgão fiscaliza a conduta abusiva de farmácias e laboratórios que, pela disparada da procura, aumentaram de maneira exagerada os preços dos testes

    Acessar Link