Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Cidades

De repente...

19/12/2021 às 01:46

Guardo muito respeito pelo repente. Talvez por falar, todos os dias, pelo menos quatro horas, ao vivo, no rádio e na TV. E um dos significados do repente é “qualquer improviso ou verso improvisado”: Ou, porque a outra definição é “ação repentina, dito repentino e impensado”. Então, qualquer palavra mal colocada pode acabar com a minha carreira. Pior, com a vida de alguém. Então, mesmo sabendo que  minha cota já foi atendida, peço a Deus para não me deixar caluniar, ofender, mostrar-me arrogante nas palavras não escritas.

Esta semana tivemos alguns exemplos de como o repente pode custar caro. Na política, alguém soprou no ouvido do Zema para fazer projeto limitando o reajuste do IPVA aos índices da inflação, alegando que, além de ficar bem com os donos de veículos, o governador forçaria a Assembleia a votar a recuperação fiscal tão esperada por ele. Do outro lado, as raposas contra-atacaram, aprovando projeto que congela o imposto. Mais um imbróglio pro Zema.

Na polícia, uma tragédia, que vem de Verdelândia, a 600 quilômetros de Belo Horizonte. Um homem discutiu com outro, num bar, foi em casa, pegou uma arma, chamou um amigo, voltou e matou o desafeto. Mal sabia ele que a vítima havia salvo seu filho de morrer afogado, um dia antes. As brigas de trânsito, algumas com resultado morte, já cansei de ver e reportar.

No futebol, sem entrar no mérito sobre quem estava certo, o que aconteceu em nosso aeroporto internacional foi algo definitivo para ensinarmos aos filhos o valor da calma, da prudência, do contar até 10, 100 ou mil. Depois de muitas vitórias, o jogador Héver estava com a família prestes a embarcar quando se desentendeu com um provocador, entrou em luta corporal, perdeu o voo e está agora sujeito a processo, além de memes em todos os cantos a internet.

Você pode até dizer que ninguém tem sangue de barata, que não leva desaforo para casa e muito mais. E te direi: “O repente está de olho em você e pode mudar o rumo de sua história”.

Especialmente nesta época do ano, em que uns estão mais ansiosos, outros deprimidos e muitos bêbados, cuidado com o repente.

Não estou dizendo que o repente não tem seu lado bom, quando aparece o grande amor, a grande chance.

Aliás, o repente, é fantástico. Um dia, o Cruzeiro vendeu o Ronaldo. Ele virou fenômeno e, 27 anos depois, comprou o Cruzeiro.

Cuide-se, busque o equilíbrio, mas, sem pânico. Afinal, como dizem os titãs, o acaso vai me proteger, enquanto eu andar distraído.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    A cantora disse que a produção escolheu os participantes 'mais leves', já que o BBB21 foi alvo de críticas pelo 'clima pesado' #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Covid-19: 85% dos internados em Belo Horizonte não se vacinaram, diz Kalil. #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/covid-19-85-dos-internados-em-belo-horizonte-nao-se...

    Acessar Link