Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Carnaval o ano inteiro

?De todas as manifestações populares, o Carnaval é a que mais me surpreende. Agora, vivo a quarta fase da folia de momo, em quase seis décadas de vida.

13/04/2015 às 11:24

De todas as manifestações populares, o Carnaval é a que mais me surpreende. Agora, vivo a quarta fase da folia de momo, em quase seis décadas de vida.

Fase 1 – Eu menino, nas ruas empoeiradas de Inácia de Carvalho, tão perto de Belo Horizonte, mas, tão distante do progresso, adorava os dias em que as pessoas se vestiam diferentemente e iam para as ruas dispostas a boas gargalhadas, incluindo o ato de jogar água umas nas outras... Meu pai intimidava um pouco, por ser sério, estar sempre de olho no relógio (leiteiro trabalhava todo dia) e carregar o trauma de saber que um irmão, após vestir-se de mendigo nos quatro dias, levou meses e até anos para recompor as finanças;

Fase 2 – Já jornalista, acompanhei a virada que um prefeito verdadeiramente popular deu na folia em Belo Horizonte. Maurício Campos conseguiu mobilizar sambistas, mexer com as comunidades e realizou desfiles à altura dos do Rio... Espetáculo.

Fase 3 – Maurício foi substituído por Hélio Garcia, de outro partido, e o desmanche começou pelas festas mais populares: o Carnaval e o “Forró de Belô”. Seguiram-se anos e anos de um desfile desorganizado, feio demais, avacalhado mesmo, até que um dia consegui a carta de alforria na Rádio Itatiaia e nunca mais voltei aos tais desfiles. Por tudo o que vi ouso dizer que esta história de o município liberar verbas para escolas e blocos já deveria ser superada há anos, mesmo que em prejuízo dos sérios, mas, para enquadrar os espertalhões.

Fase 4 – Quando tudo parecia perdido, Carnaval só no interior de Minas ou em outras praias, eis que voltam os tradicionais blocos de rua, nascidos na amizade, desinteressados de qualquer coisa que não seja o ir para a rua... Sucesso total. Agora, e essa é a novidade que quero contar, descobri que existem oficinas preparando os músicos. Isso mesmo. Se você quer brilhar no ano que vem, pode inscrever-se agora para aprender a tocar um instrumento. E ainda pode escolher: ou entra no computador e acessa a Unidos do Samba Queixinho ou procura o Núcleo de Estudos de Cultura Popular, na Avenida Nossa Senhora de Fátima, 3312, no Prado. É ou não é demais?

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Números se tornam expressivos por causa da grande transmissibilidade da variante ômicron, que é mais contagiosa #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/fiocruz-aponta-...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    A cantora disse que a produção escolheu os participantes 'mais leves', já que o BBB21 foi alvo de críticas pelo 'clima pesado' #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/...

    Acessar Link