Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Caminhos da vergonha

Caminhos da vergonha

06/05/2013 às 02:13

 Já usamos esse espaço inúmeras vezes para denunciar a precariedade das nossas rodovias, especialmente as federais. Como deve ser sempre o trabalho do jornalista, apenas servimos de caixa de ressonância do que pensam as pessoas. Assim, publicamos a íntegra do e-mail enviado pelo coronel reformado da Polícia Militar, José Guilherme do Couto:

“Com alguns amigos fizemos de 30 Abril a 08 Maio uma viagem de motocicleta a Assunção - Paraguai, onde participamos do 4º Harley Club Assuncion, evento que reuniu cerca de quinhentos motociclistas brasileiros e de outros países da America do Sul. De Minas Gerais éramos seis.

De todas as estradas que percorremos sem falar de São Paulo que é disparado um país dentro do nosso Brasil, cujas estradas são melhores do que as da Europa e concorre ombro a ombro com as dos EUA, os piores trechos são os de Minas Gerais. Veja você, a MG-050, única estrada mineira privatizada, administrada pela "Nascentes das Gerais", vergonhosamente para nós mineiros, está em petição de miséria. É uma vergonha cobrar pedágio para trafegar nessa rodovia.

Perto de BH algumas obras foram feitas dando-lhe um aspecto de rodovia. O resto é uma sucessão de remendos mal feitos e de caroços. Pilotar uma moto nessa estrada é como domar um burro bravo. O tráfego intenso de caminhões e o número insuficiente de balanças estão promovendo um desgaste prematuro no seu asfalto. A desculpa de que estão executando obras de melhorias não lhes tira a responsabilidade da manutenção do piso.

Cerca de dez anos atrás, o Paraná estava com suas estradas em petição de miséria. Um programa de privatização recuperou toda a sua malha rodoviária que hoje está excelente. Será que temos espaço para mostrarmos nossa indignação com essa Nascente das Gerais e a nossa péssima MG-050? Conversando com as moças nas cabines de pedágio, as mesma nos disseram que as reclamações são lugar comum pelos usuários. Elas acabam sofrendo com toda a indignação dos usuários, recebendo por mês apenas um salário mínimo de remuneração. Disseram também que a falta de pessoal é uma constante para a manutenção e operação dos pedágios. Ou essa empresa está nos enrolando ou quando da licitação a mesma entrou com preços baixos e, hoje, não está dando conta do recado.

Para nós cidadãos, pagadores de impostos e sujeitos a todas as intempéries e humores malignos dos governantes, resta-nos apenas a esperança de ecoar nossas vozes indignadas ".

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    RÁDIO ESPORTES, MILTON NAVES - 26/01/2022

    Acessar Link