Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

As perigosas pesquisas

As perigosas pesquisas

06/05/2013 às 02:13

Há muito penso a respeito e agora tenho a coragem de dizer: as pesquisas eleitorais divulgadas às vésperas do pleito fazem muito mal ao processo cívico em que a gente escolhe aqueles que vão nos governar. É claro que, como todo brasileiro que sabe ler, não questiono o valor das pesquisas nem a eficiência dos nossos institutos. Aliás, é por serem tão bons é que influenciam negativamente boa parte dos eleitores. Explico melhor: as pesquisas de boca de urna, aquelas feitas no dia da eleição, com quem já votou, são espetaculares: além de revelarem – com espantoso percentual de acerto – quem ganhou, antecipam os números, criando um ambiente propício para a aceitação, por parte dos perdedores, diminuindo assim os conflitos históricos das disputas eleitorais. As pesquisas feitas durante a campanha também são válidas porque permitem à opinião pública fazer suas avaliações, aos partidos eventuais correções de rota e aos eleitores maior empolgação na defesa de seus candidatos. A minha exceção são aquelas pesquisas divulgadas 48, às vezes 24 horas antes da votação. Elas pegam um grande contingente de votantes indecisos que vão de acordo com as prévias, abrindo mão do seu direito de escolha simplesmente pelo prazer de “não perder voto”. Nestas últimas eleições, quando me perguntavam em quem iria votar, eu respondia que tinha restrições às campanhas de Lacerda e Patrus, não pela história dos dois candidatos, mas, pelas costuras que resultaram em suas indicações. Então, que pretendia votar em Vanessa Portugal. Era enorme a quantidade de gente que, de pronto, replicava: “Mas, ela não tem chance de ganhar!”. Então, eu explicava que essa não era minha maior preocupação, ao que reagiam com outra pergunta: “Então, por que você não vota na Maria da Consolação, que está em terceiro lugar nas pesquisas?” . Por essas e outras, não tenho dúvidas em acrescentar a uma serie de questionamentos que faço ao nosso processo eleitoral, mais esse: por que permite que as pesquisas induzam as pessoas a votarem seguindo uma tendência, no lugar de fazer uma reflexão séria, sobre o melhor para sua cidade, seu país? Mas, para não dizer que não falei de flores, parabéns à nossa Justiça Eleitoral, por mais esse show de eficiência, rapidez e credibilidade num país de dimensões continentais e eleições tão limpas!

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    🐔 Bilhetes contemplam os setores Amarelo Superior, Laranja Inferior e Laranja Superior: saiba como comprar #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/atletico-lanca-segu...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    TIRO DE META, COM EMERSON PANCIERI - 27/01/2022

    Acessar Link