Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

Ah se eles escutassem as ruas...

Ah se eles escutassem as ruas...

06/05/2013 às 02:13

Vai começar o tiroteio da campanha. Mais difícil que arranjar o dinheiro ou preparar o comício é afinar um discurso, pois, sabemos, não há, pelo menos entre os principais candidatos nas eleições da capital, quem possa bater para valer nos adversários.

Márcio Lacerda tinha horror a Délio Malheiros até outro dia, de certa forma justificável considerando que o verde era um de seus maiores críticos. Mas, como Patrus Ananias vai dizer que a administração de Lacerda é pífia se ele, o ex-ministro, integra um conselho criado pelo prefeito para indicar o futuro da cidade? Patrus terá de garantir que não trará de volta camelôs e perueiros para o centro da cidade nem reinventará a malfadada escola plural – aquela que passava os meninos ainda que nada soubessem. Márcio precisa sair da caserna, conversar com os eleitores – os da Pampulha, que nunca recebeu; os do aglomerado da Serra, como dona Dalila, doida prá chegar perto dele. E o Délio, sempre referenciado como defensor dos consumidores e da decência, vai ouvir poucas e boas de gente que não entende a mudança de postura.

Eleição tem essa vantagem... Agora, vão ter de ir ao Mercado Central, ao Café Nice, a Venda Nova, ao Barreiro, e aí, não haverá segurança ou bajuladores que os protejam da revolta de quem paga a conta. A maré está tão perigosa para os candidatos que a minha mulher já não acredita nem em Maurício Rands... Sabe quem é ele? Um advogado pernambucano, que ajudou a fundar o PT e foi líder de Lula no Congresso e que, agora, de uma só vez saiu do partido e abandonou o mandato de deputado federal, com um discurso que caberia perfeitamente a Roberto Carvalho: “Depois da decisão da direção nacional do PT, impondo autoritariamente a retirada à minha candidatura e à do atual prefeito, recolhi-me à reflexão. Concluí que esgotei por inteiro minha motivação e a razão para continuar lutando por uma renovação no PT”.

Do mesmo jeito que deram golpe aqui o fizeram lá; a diferença é que Rands agiu como quem tem princípios. Por essas e outras é que estão em Pernambuco os presidentes de honra do PT (Lula) e do DEM (Marco Maciel), e os presidentes nacionais do PSB (Eduardo Campos), PPS (Roberto Freire) e PSDB (Sérgio Guerra), se não esqueço outros... Aqui, aqui tem duas turmas: a quem medo do Lula e a que tem medo do Aécio. Bem, vamos tomar assento na galeria que o teatro vai começar... Sem estresse, porque dificilmente o circo vai pegar fogo.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Especialista aponta que vistorias e análises em áreas turísticas podem mostrar processos de desgaste natural dos terrenos

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O prêmio de R$ 1,5 milhão não é reajustado há 12 anos pelo programa

    Acessar Link