Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

A Federal não fará recesso

Como realista esperançoso, reitero minha convicção de que estamos vivendo um tempo sem precedentes, pelo menos na história recente, com...

16/12/2015 às 02:18

Como realista esperançoso, reitero minha convicção de que estamos vivendo um tempo sem precedentes, pelo menos na história recente, com argumentação de sobra para os que escolheram as duas pontas do humor. Os pessimistas têm razão em lamuriar porque é prisão que não acaba mais, 78% dos brasileiros não confiam em sua presidente e não há para onde correr. Ao mesmo tempo, os otimistas podem sim alardear que nunca, na história desse país, tivéssemos tão perto de mudar o rumo da prosa, assustar as elites parasitas e enquadrar poderosos desonestos.

Vamos nos ater a fatos. Primeiro, quando se fala no desespero da inflação, preciso lembrar que quando me casei, em 1981, ela era nove vezes maior. Se o assunto é desemprego, o nosso, que cresce e ameaça, ainda não chegou ao da Espanha, que nem por isso virou pó. Quanto ao fato de termos um governo que não inspira confiança, vale lembrar tempos de Sarney e Collor. Gente incompetente como a Dilma sempre tivemos; gente do mal como Eduardo Cunha nos rodeia a vida inteira. A novidade, como disse Élio Gaspari no fim de semana, é que pela primeira vez desde o desembarque de Tomé de Souza, em 1549, o braço do Estado está investigando, encarcerando e punindo personagens da oligarquia política e econômica da terra de Santa Cruz.

Nunca tivemos tanta autoridade sob investigação, 57 pessoas foram condenadas a mais de 680 anos de prisão, os presidentes das duas maiores empreiteiras da América Latina estão na cadeia, um banqueiro também, uma banqueira mineira vai passar o terceiro Natal no cárcere, o senador Delcídio está em cana, Eduardo Cunha sabe que a hora está chegando, Renan Calheiros vive de orelha em pé e poucos são os poderosos – estejam eles no Congresso, nos tribunais ou na elite econômica – que dormem sem medo de acordar com aquele japonês da Polícia Federal batendo à porta. Os novos indignados, gente da classe média e os novos ricos, dizem que a culpa é toda do PT. Meia verdade. O partido do Lula é tão ruim quando seu aliado PMDB e os outros, especialmente o tal Partido Progressista, campeão brasileiro de filiados investigados.

Essa conversa de impeachment da Dilma é conversa para boi dormir. O que os verdadeiros donos do poder querem é encontrar algum bode expiatório e repetir o tradicional “mudar para ficar como está”. Ou seja, continuarem roubando o dinheiro público e posando de gente boa, desfilando nas colunas sociais, mantendo a desigualdade histórica no país. Estão apavorados porque cada vez a força da lei chega mais perto. E como o famoso “sabe com quem você está falando?” não tem funcionado, rezam para que as festas de fim de ano cheguem logo... Mas, para azar deles, o japonês vai fazer plantão, a Polícia Federal não terá recesso... Ao contrário do Judiciário, que não abre mão da praia por nada neste mundo.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Diretoria do Coelho está no mercado à procura de um camisa 9 para a temporada #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/america-atacante-henrique-almeida-ex-chapecoense...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O suspeito foi contido pelos próprios passageiros até a chegada da Polícia Militar (PM) #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/homem-e-preso-apos-mostrar-genitalia-e...

    Acessar Link