Eduardo Costa

Coluna do Eduardo Costa

Veja todas as colunas

Mais Notícias

A conspiração por um futuro melhor

A conspiração por um futuro melhor

06/05/2013 às 02:13

A tradução mais conhecida da palavra conspiração é “a reunião de pessoas com o fim de lesar os outros”. Etimologicamente, conspirar significa respirar juntos, ou ainda, conjugar os espíritos. No caso de Minas, Conspiração é, sobretudo, sinônimo dos ideais de Tiradentes que há quase dois séculos lutou por liberdade e nos deixou grandes ensinamentos, sobretudo os contidos em uma frase: “Se todos quisermos, poderemos fazer do Brasil uma grande Nação”. Há seis anos, um grupo de mineiros, liderados pelo professor Evando Neiva, decidiu fazer alguma coisa para melhorar a educação na escola pública e começou a trabalhar. Amanhã, na Cidade Administrativa, com o lançamento de um livro e a apresentação de resultados, a Conspiração Mineira pela Educação não deixará dúvidas de que o movimento é irreversível e tende a romper fronteiras. Quarenta municípios do Vale do Jequitinhonha já são beneficiados com a implantação de novos sistemas de ensino, organizando as ações, motivando professores, alunos e a comunidade em geral e uma simples comparação das notas dos meninos atesta os avanços. Tive a oportunidade de ver de perto a revolução em uma escola de São João do Manhuaçu, pequeno município às margens da Rio-Bahia. É impressionante o entusiasmo das crianças, o envolvimento dos professores, a organização da escola; é contagiante a participação do prefeito, não apenas com fotos e discursos, mas, acreditem, com um salário acima da média estadual. Na capital, o movimento dedicou atenção especial a diretores de algumas dezenas de escolas que estão situadas na região de Serra Verde, exatamente no coração do chamado Vetor Norte, onde a chegada da sede do governo e a perspectiva de grandes investimentos colidem com a já assustadora violência nas escolas e certo desalento dos professores. Ali, uma vez por mês, a Conspiração reúne os diretores, propicia a troca de boas experiências, estimula as reivindicações, enfim, passa a mensagem de apoio ao dirigente que, pressionado por pais (nem sempre presentes e colaboradores) por mestres (cada vez mais desgastados e acuados) e por alunos (quase nunca em condições ideais de aprendizagem) e pelas circunstâncias que o tráfico e outras práticas perigosas assumiram, se sentia abandonado. Viva a Conspiração Mineira pela Educação!

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Ouça a transmissão com a equipe da Rádio Itatiaia direto do Independência

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O prefeito ainda destacou que a nova variante está atingindo as crianças, por isso, esclareceu a importância da imunização

    Acessar Link