Edu Panzi

Coluna do Edu Panzi

Veja todas as colunas

Libertadores 2021: Galo começa protagonista, mas não favorito

20/04/2021 às 05:41
Libertadores 2021: Galo começa protagonista, mas não favorito

O Atlético começa sua caminhada na Libertadores 2021 nesta quarta-feira com a responsabilidade de ser um dos protagonistas da competição, mas ainda não está entre os favoritos ao título. 

O Galo tem um ótimo elenco, com jogadores decisivos e um treinador experiente, campeão em 2013 e vice-campeão na última temporada. Porém, na atual edição, existem outras equipes muito fortes, também recheadas de peças decisivas e com um diferencial que as credencia, no momento, ao favoritismo: o tempo de trabalho. River Plate, Flamengo, Palmeiras e o sempre candidato Boca Juniors estão num patamar acima de Atlético, Internacional, Grêmio, Vélez e Santos (atual vice-campeão).

Mesmo com um time diferente, com caras novas, como o meia Agustin Palavecino, o River de Gallardo é o time argentino a ser batido, enquanto pelas bandas tupiniquins o bicho papão segue sendo o Flamengo, com o melhor elenco do país, à frente até mesmo do atual campeão continental Palmeiras. O Boca é outro gigante do continente que sempre irá figurar entre os favoritos em uma Copa Libertadores, ainda que não viva seu melhor momento.

O Galo precisa iniciar sua trajetória fazendo uma boa fase de grupos, classificar em primeiro e ir evoluindo, adquirindo conjunto, padrão e confiança ao longo da competição. Não estar entre os favoritos no início de um torneio como a Liberadores, não significa que em uma fase mais aguda o jogo não possa virar. Cuca tem peças suficientes para fazer do Atlético um time a ser batido. 

O início de trabalho não tem sido fácil e a pressão por boas atuações é cada vez maior e a tendência é que aumente, na medida em que as competições mais importantes comecem, como é o caso da Libertadores.

Depois de um 2020 brigando pelo título brasileiro até as últimas rodadas é claro que a expectativa do torcedor atleticano segue lá em cima, principalmente com reforços do nível de Nacho Fernandez e Hulk, mas cabe a nós, analistas de futebol, frios, chatos e “desmancha prazer” mostrarmos os percalços da temporada e a superioridade momentânea de alguns adversários.

Ao Galo, cabe iniciar a Libertadores como um dos muitos candidatos ao título, evoluir durante a competição, se transformar em um dos poucos favoritos e lá na frente, quem sabe, surpreender este jornalista e terminar com mais uma plaquinha na base da cobiçada taça Libertadores da América.

Foto: Pedro Souza / Agência Galo / Atlético

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Ao todo 37.283 óbitos foram registrados desde o início da pandemia #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Um dos motivos alegados na portaria é o impacto epidemiológico das novas variantes do coronavírus #itatiaia

    Acessar Link