Edu Panzi

Coluna do Edu Panzi

Veja todas as colunas

De obrigação a teste, chegou a hora dos estaduais

02/03/2021 às 10:13
De obrigação a teste, chegou a hora dos estaduais

Começou o Campeonato Mineiro 2021 e com ele a habitual “obrigação” do título nas costas da dupla Atlético e Cruzeiro, com o América correndo por fora. Aos clubes do interior resta brigarem por uma das vagas entre os semifinalistas e contra o rebaixamento. Correto? Não. Ao menos no que diz respeito aos clubes da capital. 

Acontece que pelo calendário apertadíssimo, por conta da pandemia, o favorito Atlético vai começar a competição com uma equipe alternativa, sem os titulares da última temporada. O Galo tem compromissos mais importantes no ano e certamente irá usar e abusar do estadual para dar ritmo aos reforços, testar jogadores com pouca minutagem e dar tempo para a ambientação do novo treinador e é exatamente isso que precisa ser feito, sem pressão por resultado. Dar liga e equilíbrio ao time para o restante da temporada é o objetivo. O Mineiro é a pré-temporada atleticana.

Isso pode abrir espaço para o América ser o protagonista da primeira fase, usando a força máxima que lhe deu o acesso com sobras à Série A do Brasileirão 2021. Lisca deve aproveitar o estadual para também testar os reforços, ainda tímidos, e um novo desenho tático para o time, conforme nos adiantou em entrevista ao programa Bastidores. Em 2021 podemos ter um Coelho menos ofensivo, defendendo com mais segurança, porém, sem deixar de ser agressivo no ataque. Diferente dos rivais de BH, ganhar o estadual é algo grande e importante para o América.

Quem também pode e deve aproveitar o Mineiro para testes é Felipe Conceição, que chega para reconstruir o combalido Cruzeiro depois dos vexames nos últimos dois anos. A palavrinha obrigação precisa se ausentar do dicionário celeste no estadual deste ano. A cobrança precisa estar na evolução, na formação de uma equipe, uma espinha dorsal para a principal competição do ano, a Série B. Ainda que o Cruzeiro não deva pensar em ser campeão mineiro, é preciso ficar atento aos sinais que o estadual deixa. Em 2020 a Raposa teve inúmeras dificuldades no campeonato, principalmente no setor ofensivo, dependendo sempre da bola parada e dos gols marcados por zagueiros. O time ficou fora das semifinais e parece não ter se atentado às dificuldades ofensivas e à inoperância do meio campo, mesmas deficiências que lhe acompanharam durante toda a campanha medíocre na Série B. Que a lição tenha sido aprendida pela gestão e que Mazzuco e Conceição tenham voz e façam diferente daqueles que planejaram o futebol do clube no ano passado.

A temporada 2021 está apenas começando, mas tão atípica quanto a que terminou. Seguimos em meio a uma pandemia, sem público nos estádios, com o calendário espremido, com pouca receita, mercado desaquecido, mas com muitas cobranças, como sempre. Espero apenas que elas (as cobranças) sejam menos exageradas, imediatistas e mais inteligentes, pontuais, para o bem da sequência dos nossos três representantes no cenário nacional em 2021.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Ser preta não é mole não. Depois te conto o que é vir preta nesse país e nesse mundo', disse a atriz para Xuxa. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Com a decisão, Coelho está garantido na terceira fase do torneio nacional. #Itatiaia

    Acessar Link