Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

Secretário de Governo de Kalil deve entrar na justiça rebatendo denúncias de Caixa 2

04/10/2021 às 09:41

O secretário de governo da Prefeitura de Belo Horizonte, Adalclever Lopes, sinalizou que deve acionar a justiça contra as denúncias de Caixa 2, que ele nega que tenha ocorrido ou que esteja sendo planejado para a candidatura em 2022.

Segundo ele, opositores estão com ciúmes da articulação política que ele faz para o prefeito, querem atingir os alicerces de Kalil, mas que ele ficará com o prefeito até que ele seja eleito governador, idenpendente do resultado dessa queda de braço com opositores que querem tirá-lo do cargo de secretário. 

Ex-chefe de gabinete

O ex-chefe de gabinete, Alberto Lage e os vereadores estão em pé de guerra com o secretário de governo do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil.

A confusão com Lage começou quando ele era secretário adjunto de governo, e já tinha uma relação ruim com Adalclever, e depois chefe de gabinete do prefeito, cargo que deixou há cerca de um mês.

Segundo ele, o prefeito não deu ouvidos aos alertas sobre um suposto caixa 2 de campanha e, por isso, o chefe de gabinete deixou a prefeitura.

Vereadores

Já a briga de vereadores com o secretário tem motivos diversos. Alguns estão insatisfeitos com Adalclever desde as eleições de 2020 porque não se sentiram contemplados dentro da coligação. Outros querem cargos na prefeitura. Alguns são oposição a Kalil e já querem desgastá-lo porque são base de Zema para a eleição de 2022 ao governo do estado e, tem ainda, o vereador Gabriel Azevedo (sem partido), presidente da CPI da Bhtrans, que entrou em guerra com Adalclever Lopes depois que a PBH suspendeu o funcionamento do Comitê que discutia as tarifas de ônibus, e também encerrou a relação do executivo com as empresas até que a CPI da Bhtrans seja encerrada. 

Assim que o Comitê foi suspenso, Gabriel enviou uma mensagem de Whatsapp para Adalclever dizendo que a suspensão não poderia ocorrer sem conversa com a Câmara e que se ele mantivesse essa postura o diálogo com o legislativo ficaria muito ruim, e que as providencias seriam tomadas. Vereadores entenderam que o secretario estava fazendo pressão para acabar com a CPI e favorecer empresas de ônibus. 

Queixa-crime

Depois disso, Adalclever fez uma queixa crime contra Gabriel Azevedo, alegando ameaça. E o calvário da prefeitura começou. De lá para cá, em menos de uma semana foi protocolado pedido de abertura de CPI do Nepotismo contra a PBH, também foi protocolado o projeto de resolução propondo a derrubada de todos os decretos do prefeito relacionados à pandemia, e vereadores afirmam que se o secretário Adalclever Lopes não for exonerado a Câmara vai abrir processo de impeachment contra o prefeito, para desgastá-lo o máximo que puderem.

Projetos que inviabilizam contratos

Na semana passada passou pela Comissão de Constituição e Justiça, que é presidida pelo vereador Gabriel Azevedo, dois projetos de lei que inviabilizam contratos das empresas de ônibus com a prefeitura.

Um deles proíbe que a PBH faça contratos com empresas que tem dívidas com o município. A outra proposta suspende isenções fiscais que a empresa tem desde 2013 e, com isso, elas voltam a pagar impostos, como o ISSQN, e não poderão aumentar a tarifa. De acordo com o parlamentar, esse não é um elemento que compõe o preço da passagem.

Turma do Chapéu, o retorno

O resumo é que o vereador Gabriel Azevedo, muito influente na Câmara, e o ex-chefe de gabinete, Alberto Lage, que são amigos e se conhecem há anos, desde quando eram da Turma do Chapéu, da juventude do PSDB, estão agitando a vida do secretário de governo e, por consequência, do prefeito, que retorna hoje de alguns dias de férias, em meio ao caos. 

Lage tem feito denuncias de caixa 2, a informação de bastidores é que será uma por dia até o secretário cair, e Câmara, com Gabriel Azevedo, pressiona a prefeitura por todos os lados. 

É o famoso salve-se quem puder.

Instagram: @reporteredilenelopes
Twitter: @reporteredilene

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    No Dia Nacional da Visibilidade Trans, Letícia Imperatriz, mulher trans, diz que ainda há muito o que melhorar #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Município admite necessidade de aumentar número de leitos pediátricos #itatiaia

    Acessar Link