Ouça a rádio

Compartilhe

Zema envia projeto de IPVA para a Assembleia e pressiona deputados

Projeto limita o reajuste do IPVA de 2022 em Minas ao índice da inflação IPCA

O governador Romeu Zema (Novo) anunciou, por meio das redes sociais, que para amenizar os impactos da crise e da pandemia no bolso dos mineiros, encaminhará à ALMG, nesta segunda-feira (13), o projeto que limita o reajuste do IPVA de 2022 em Minas ao índice da inflação IPCA. Isso significa um reajuste de 10%. 

Menos pior

O percentual é considerado uma vantagem para o governo porque o reajuste do IPVA é feito com base na tabela FIPE e como o preço do carro usado está altíssimo, o reajuste estimado poderia ficar na casa dos 30 %.

Pressão

Para aprovar essa proposta, a Assembleia Legislativa precisa votar primeiro o Regime de Recuperação Fiscal que tramita em regime de urgência e está travando a pauta da casa. Apresentar esse projeto do IPVA é uma forma de o governo pressionar para que a Assembleia vote a recuperação fiscal, que vai garantir um rearranjo do pagamento da dívida do Estado com a união, e que proíbe o aumento do salário de servidores. É o que o governo planeja.

Se os deputados não votarem o Regime de Recuperação Fiscal, para liberar a pauta, certamente o Governo vai tentar responsabilizar a assembleia pela não colaboração. No entanto, nesse caso, a estratégia pode ser uma jogada de mestre ou não ter tanto impacto, já que a população quer mesmo é que não haja reajuste IPVA. 

Instagram: @reporteredilenelopes
Twitter: @reporteredilene