Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

Prefeitos: excesso de grupos prioritários atrapalhou vacinação 

Guerra pelo camarote da vacina, como costuma dizer um importante promotor da área da saúde aqui em BH, é assustadora

22/07/2021 às 09:20

O Ministério Público está sendo procurado e consultado por diversos prefeitos que não querem e não queriam cumprir o plano nacional de vacinação porque acreditam que a ordem atrasa a imunização e não prioriza quem está nas ruas trabalhando, como o setor de comércio e serviços que estão cara a cara com o coronavírus.

O problema, segundo eles, é o número grande de grupos prioritários. Muitos prefeitos defenderam e defendem que o certo seria vacinar idosos, profissionais de saúde e depois seguir a vacinação por idade.

Camarote da vacina

Concordo com a argumentação dos prefeitos. Defendo que além da saúde e dos idosos poderia ter sido incluído, no máximo, o grupo de pessoas com morbidades graves e só.  E além disso, foram incluídos tantos grupos prioritários - mas tantos outros com igual ou maior risco sanitário acabaram ficando de fora. Essa guerra pelo camarote da vacina, como costuma dizer um importante promotor da área da saúde aqui em BH, é assustadora.

Alterações no PNI

E mais, acredito que o Plano Nacional de Vacinação (PNI) do Brasil pode ser adequado para condições normais de pressão e temperatura. Como cidadã, acredito que para crises como a do coronavírus o  PNI não é ideal e para situações emergenciais precisa ser revisto. 

Vamos ver se algum técnico do executivo vai tomar a frente ou alguma entidade de saúde vai propor alterações, considerando que outras crises sanitárias podem vir e a vacinação contra a covid enfrentou muitos problemas

Depois de briga com liderança do PL, Bolsonaro reforça relação com o PP

Sim, a recriação do Ministério do Trabalho, além de ser considerada necessária por muitos, já que foi uma das pastas extintas pelo governo, quando foi criado o superministério da Economia de Guedes, também é uma jogada política e uma mexida do tabuleiro de xadrez

Mais uma pasta significa mais cargos a serem distribuídos para a base. O Ministério do Trabalho deve ficar com Onyx Lorenzoni, homem de confiança do governo. E o comando da Casa Civil ficará com o senador Ciro Nogueira, que é de um partido importante em termos numéricos na Câmara dos deputados, o PP. De quebra,  na dança das cadeiras, o partido Progressista ganha uma cadeira ministerial e não perde nenhuma no parlamento, já que a suplente de Ciro é a própria mãe, que é do mesmo partido e vai ocupar a vaga no senado.

Fazendo contas

Para entender direitinho a jogada é preciso fazer uma conta que nem todo mundo faz. Enquanto PT e PSL estão empatados em primeiro lugar, com 53 parlamentares cada. PL e PP estão juntos na segunda posição, com 41 deputados cada legenda. Os dois últimos são da base de governo, mas a relação com o PL deu uma estremecida e explico o motivo:

O PP, que também é o partido de Lira, está sendo contemplado justamente no momento em que o presidente da república e o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PL) estão em pé de guerra por causa do Fundo Eleitoral, que segundo o presidente, Ramos poderia ter retirado da LDO.

Considerando o risco de perder o apoio maciço do PL, o presidente logo deu um jeito de agradar o PP. Assim, Bolsonaro corre menos risco de ter a base esfacelada e as pautas prioritárias barradas, antes do fim do mandato e há um ano da eleição. 

Medo da terceira via

O governo nega que tenha medo da terceira via, mas na verdade – mas na minha opinião, o presidente sabe que se ele ficar paralisado e for desgastado, na eleição de 2022 não tem nada garantido.

 

Instagram: @reporteredilenelopes

Twitter: @reporteredilene

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Após saída de Vitor Eudes para futebol português, clube ficou sem um reserva mais experiente para Fábio. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Brasil enfrenta as holandesas neste sábado, às 8h (horário de Brasília). #Itatiaia

    Acessar Link