Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

Mais de 40 entidades assinam carta de repúdio contra indicação de nova secretária de saúde de BH

O nome de Fabiana Prado dos Santos Nogueira, vice-presidente do CRM, foi adiantado pelo coluna na semana passada, mas ainda não foi oficializado

29/03/2022 às 04:00

O Conselho Municipal de Saúde de Belo Horizonte,  44 entidades e dois vereadores assinaram carta de repúdio contra a indicação da vice-presidente do Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais, Fabiana Prado dos Santos Nogueira para chefiar a secretaria municipal de saúde, com a saída de Jackson Machado. O secretário anterior decidiu deixar a pasta junto com o prefeito Alexandre Kalil (PSD) que renunciou para concorrer ao governo de Minas. 

A carta de repúdio foi elaborada em reunião extraordinária do Conselho Municipal de Saúde realizada nesta segunda-feira (28) à noite. 

“O SUS-BH não é espaço de privilégio de corporações, muito menos quando a entidade em questão se posiciona de forma equivocada em relação à saúde pública em vários campos, sempre defendendo interesses próprios e privatistas em detrimento da saúde da população. O atrelamento do CRMMG ao governo federal e sua política fascista e genocida desqualifica-o, assim como as pessoas que o compõem, a gerir uma Secretaria cuja política funda-se em princípios democráticos, inclusivos, solidários e interprofissionais.”, segundo a nota.

O CRM-MG foi procurado pela coluna e respondeu que não vai se manifestar. "Em resposta ao questionamento o CRM-MG informa que não se pronunciará sobre o assunto neste momento."

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou