Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

No pico da pandemia, Minas troca secretário de Saúde e crise pode estar só começando

12/03/2021 às 05:00

No momento mais grave da pandemia, o Governo de Minas precisou trocar o secretário de Estado de Saúde, e ao que tudo indica, esse é só o começo da crise. Não apenas o secretário, Carlos Eduardo Amaral, e o adjunto, Marcelo Cabral, foram demitidos, mas outros membros da equipe que foram vacinados, incluindo da gerência de comunicação, também estão sendo dispensados.

Terceirizados

A Itatiaia obteve informações de fontes que tiveram acesso a uma primeira lista elaborada pelo governo onde, além dos nomes de servidores da Saúde, da Segurança Pública e de outras áreas do governo, constaria também na listagem nomes de funcionários de uma empresa terceirizada que presta serviço em Unidades de Terapia Intensiva. O governo ainda não se pronunciou sobre o teor da lista.

Lista devolvida

Fato é que, depois que o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Agostinho Patrus (PV), devolveu a lista para o governo afirmando que ela estava incompleta, o Executivo está elaborando uma nova lista que deve ser entregue ainda hoje ou até a próxima segunda-feira (15) para a Assembleia.

Na lista enviada para o Legislativo, constariam mais de 500 nomes, quando na verdade são mais de 800. A entrevista que o secretário deu ontem, antes de ser afastado, foi a prova de que a lista encaminhada para a Assembleia estava errada. Na coletiva, ele cravou 806 vacinados, enquanto o documento que havia chegado tinha um número diferente.

Aliás, a entrevista, que era para esclarecer, pode complicar ainda mais a vida do secretário. Além de apresentar um número maior de vacinados do o que constava na lista enviada para Assembleia, e que foi devolvida pelo presidente, o secretário afirmou que a Controladoria Geral do Estado foi consultada, resta saber se o parecer dava mesmo respaldo para a vacinação da forma como ela ocorreu.

Ao que tudo indica, pela apuração de bastidores da coluna Em Cima do Fato, não. A Itatiaia pediu um posicionamento do governo sobre o assunto e aguarda resposta.

CPI permanece

A Comissão Parlamentar de Inquérito, que está sendo chamada de “CPI dos Fura-Fila”, deve começar a funcionar na semana que vem e na outra já deve começar a convocar servidores para prestar esclarecimentos.

O novo secretário, Fabio Baccheretti, atual presidente da Fundação Hospitalar de Minas Gerais (FHEMIG) será nomeado neste sábado (13), quando Carlos Eduardo e Marcelo Cabral serão exonerados. O nome do novo adjunto será definido por Baccheretti.

“Aqui se faz, aqui se paga”

A queda do secretário repercutiu muito no meio sindical, já que depois de a gestão abrir sindicância e apontar que a sindicalista Neuza Freitas, do Sindicato Único dos Trabalhadores da Saúde de Minas Gerais (Sind-Saúde), havia sido vacinada enquanto estava dispensada para atividades sindicais, a própria cúpula da pasta acabou investigada pela prática que está sendo chamada de “fura-fila”.

Na época, a própria FHEMIG respondeu que o nome da servidora constava como ativo no sistema de apuração de ponto e, por isso, ela foi vacinada. Ao comentar o episódio, um dos sindicalistas resumiu com a seguinte frase: “Aqui se faz, aqui se paga”.

Situação gravíssima

Todos os últimos números e medidas tomadas pelos poderes mostram que a situação de momento é gravíssima. Depois do Tribunal de Justiça, hoje foi a vez de o Ministério Público de Minas Gerais suspender as atividades presenciais até o dia 19 deste mês. BH vai fechar mais ainda e um dos grandes desafios não é apenas a falta de leitos, e sim a falta de profissionais especializados pra trabalhar neles, tanto na rede pública quanto na privada.

95% dos leitos de UTI ocupados

Em entrevista exclusiva à Itatiaia, que foi parcialmente exibida hoje no Jornal da Itatiaia Segunda Edição e amanhã vai na integra no Jornal da Itatiaia Primeira Edição, o presidente da Unimed BH, Samuel Flam, disse que ocupação de leitos de UTI na Unimed Belo Horizonte, que atende também à Região Metropolitana, é de 95% no momento.

A rede está em franca expansão, com criação de leitos de UTI em todas as unidades e inauguração de um Pronto Atendimento em Venda Nova, prevista para abril. No entanto, ele fez um apelo à população como um todo e pediu às pessoas que adotem as medidas de segurança. Isso porque, de acordo com ele, mesmo existindo leitos físicos, se a pandemia continuar avançando como está, há um temor que, de forma geral, falte profissionais no mercado para operar os leitos. 

ABC da Política

As definições das palavras do dia a dia da política que citamos aqui você encontra no ABC da Política, para consulta e compartilhamento no Instagram @reporteredilenelopes.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Coimbra convida jogador da Copa Itatiaia Kaiser para testes no clube https://www.itatiaia.com.br/CopaItatiaia/noticia/coimbra-convida-jogador-da-copa-itatiaia-kaiser-para-tes...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    A suspeita é de que a vítima estava em alta velocidade #itatiaia

    Acessar Link