Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

No intervalo de uma semana, Minas vai receber visita de Bolsonaro e Salles

09/12/2020 às 05:00

No intervalo de uma semana, a contar a partir desta quinta-feira (10), Minas Gerais vai receber a visita do ministro de Meio Ambiente, Ricardo Salles, e do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Salles, estará no estado para o lançamento do Programa Nacional de Recuperação de Áreas Contaminadas e para inauguração de uma Unidade de Triagem e Compostagem. Ele vai participar do ato de encerramento das atividades do lixão de Francisco Dumont, no município do Norte de Minas, em parceria com o Consórcio de Desenvolvimento Ambiental do Norte de Minas (Codanorte). 

Caminho para praia 

Já Bolsonaro deve vir no dia 17, anunciar a liberação de R$ 120 milhões para o término do asfalto da BR-367, no Vale do Jequitinhonha, que dá acesso à Porto Seguro, na Bahia. Bolsonaro deve pousar em Almenara, depois vai para Salto da Divisa, onde assina o termo. O ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, também deve vir. 

Sem acordo com a Vale 

Acontece, nesta quarta, e é marcada por protesto de atingidos, a terceira audiência de conciliação com a Vale para tentativa de um acordo de antecipação de indenização ao poder público pelo rompimento da barragem em Brumadinho. O valor ainda não foi definido, por isso, o acordo não deve ser fechado hoje, conforme a Itatiaia apurou nos bastidores.

A proposta inicial do Ministério Público Estadual e Federal, da Advocacia Geral do Estado e da União, das Defensorias e do governo do estado foi de R$ 54 bilhões. A última proposta da Vale foi de R$ 21 bilhões, R$ 33 bilhões a menos que o pedido. No processo de conciliação, as audiências servem para formalização do que é construído nos intervalos entre elas, com mediação da Justiça. Por enquanto, não há nem valor e nem texto de acordo fechados.

A expectativa, tanto do ex-Procurador-Geral de Justiça e antigo chefe do Ministério Público Estadual, Antônio Sergio Tonet, quanto do novo, Jarbas Soares Junior, que assume o cargo na próxima sexta-feira (11), é de que o acordo seja fechado o quanto antes. 

Essa também é a vontade do Governo de Minas, mas como o fechamento não deve ocorrer nesta quarta, as possibilidades, de acordo com informações de bastidores, são a marcação de uma audiência para a próxima semana ou a discussão ficar para o ano que vem. Para atingidos, que protestam na porta do Tribunal de Justiça, na avenida Afonso Pena, não se pode ser fechado um acordo sem participação direta deles.

Sob nova direção

O Ministério Público de Minas Gerais vai contar, agora, com uma coordenadoria de Mineração, que será criada pelo novo Procurador-Geral de Justiça, Jarbas Soares Junior. O novo posto ficará sob o comando do promotor de Justiça, Felipe Faria.

A área de Meio Ambiente será coordenada pelo promotor de Justiça, Carlos Eduardo Ferreira, que era o responsável pelas promotorias de Justiça de Meio Ambiente quando a barragem em Mariana rompeu e que atuou ativamente na tentativa de construir soluções de reparação.

As definições de palavras do dia a dia da política que citamos aqui você encontra no do ABC da Política, para consulta e compartilhamento no Instagram @reporteredilenelopes.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    A tag #ForaTiago figurou entre os assuntos mais comentados do Twitter #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Escritor e influenciador ficou conhecido no meio político pelo conservadorismo. #Itatiaia

    Acessar Link