Ouça a rádio

Compartilhe

'Não pedi pra ser presidente', afirmou Kalil ao responder que vai recorrer de decisão judicial

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, vai recorrer da decisão judicial liminar desta sexta-feira (22) que anulou a eleição da chapa dele para o comando da Frente Mineira de Prefeitos. O pedido foi feito pelo prefeito de Coronel Fabriciano, Marcus Bizarro (PSDB) que afirma que alguns prefeitos não tiveram acesso à assembleia na qual foi realizada a eleição. O juiz Henrique Mendonça Schvartzman deu prazo de 30 dias para nova eleição. Procurado pela coluna Em cima do fato, o prefeito de Belo Horizonte disse que não pediu para ser presidente, que o cargo estava vago desde a saída do então prefeito de Contagem, Alex de Freitas, e um grupo de prefeitos o convidou e ele aceitou. Leia a decisão na íntegra. 

Instagram: @reporteredilenelopes
Twitter: @reporteredilene