Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

Lulanaro: Filiação de Bolsonaro ao PL coloca petistas e bolsonaristas no mesmo bloco na ALMG

03/12/2021 às 12:24

A filiação do presidente Jair Bolsonaro ao PL pode criar uma situação inusitada na Assembleia Legislativa, colocando arquirrivais políticos no mesmo bloco, como a deputada Beatriz Cerqueira (PT) e o deputado Coronel Sandro (PSL), que pretende ir para o PL. 

Mínimo necessário

Para a formação de um bloco parlamentar são necessários 16 deputados. O bloco de oposição na Assembleia Legislativa tem 17 parlamentares: 01 do PCDOB, 01 do PROS, 02 do PSB,01 do PSOL, 09 do PT, 01 do REDE E 02 PL. Os dois do PL são Léo Portela e Gustavo Santana, que não votam como oposição, mas compõe o bloco. Sem a presença deles, a oposição teria apenas 15 parlamentares e o bloco não existiria. Com isso, no arranjo e nos acordos para a formação de blocos e distribuição de cargos no início do biênio, os partidos aceitaram ficar no mesmo grupo.  

Mais dois bolsonaristas

Com a filiação do presidente da República, atualmente, o partido de Bolsonaro faz parte do mesmo bloco que o PT na Assembleia. Os deputados Coronel Sandro (PSL) e Bruno Engler (PRTB) também devem se filar ao PL, aumentando o número de bolsonaristas no bloco, que é majoritariamente de esquerda. Nos bastidores da Assembleia, o bloco já vem sendo apelidado de “Lulanaro”. O deputado Bruno Engler deve trabalhar para o que o PL saia do bloco.

Instagram: @reporteredilenelopes
Twitter: @reporteredilene
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Goleiro do América poderá voltar a jogar 'com mesmo nível de excelência'

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Presidente da República admitiu impasses para seu projeto de reeleição em outubro

    Acessar Link