Ouça a rádio

Compartilhe

Jair Bolsonaro é recebido aos gritos de 'mito' em jantar organizado pela Fiemg, em Dubai

Jair Bolsonaro é recebido aos gritos de 'mito' em jantar organizado pela Fiemg, em Dubai

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi recebido aos gritos de "mito" no jantar da missão empresarial mineira, organizado pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), no restaurante Fogo de Chão, em Dubai, com vista para o prédio mais alto do mundo – o Burj Khalifa, um arranha-céu com cerca de um quilômetro e 828 metros de altura. 

Ministros

Participaram empresários e políticos mineiros, além do presidente Jair Bolsonaro, que foi acompanhado por vários ministros, entre eles Paulo Guedes (Economia), Braga Neto (Defesa), Tereza Cristina (Agricultura), general Heleno (ministro chefe da segurança institucional) e Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura). 

Vereador

O presidente participou de dezenas de fotografias com empresários e jantou lado a lado com o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe, e se sentou de frente para o governador Romeu Zema (Novo) na mesa formada pela cúpula da delegação federal. Segundo mais votado de Belo Horizonte, o vereador Nikolas Ferreira (PRTB) também integrou o grupo do presidente. 

"Fez questão"

Fontes disseram que Bolsonaro "fez questão" de aceitar o convite da Fiemg para o jantar, apesar de ter participado de agendas durante todo o dia. Ele visitou a Dubai Air Show (feira de aviação e equipamentos militares) e a multinacional brasileira BRF. Perguntando pela Itatiaia, o presidente respondeu que não desmarcou nenhum outro compromisso para ir ao jantar. Mas a conversa nos bastidores entre empresários é que o presidente também havia sido convidado para um jantar da Confederação Nacional das Indústrias (CNI), presidida pelo mineiro, Robson Andrade. 

Tarcísio

Além dos gritos de "mito" para Bolsonaro, os empresários cantaram os nomes de Zema, de Flávio Roscoe e do ministro Tarcísio – que o próprio presidente disse, em entrevista coletiva em Dubai, que é cotado para o governo de São Paulo (antes era para senador) e que, nos bastidores, muitos falam que poderia até ser vice do presidente. 

Vices dos sonhos

Fato é que a participação do presidente no jantar da comitiva mineira e os elogios que teceu ao governador Romeu Zema, mostram que o Estado, no momento, é tido em alta conta pelo presidente da república. Aliás, os dois vices dos sonhos dele – Zema e Tarcísio – estavam ambos presentes no jantar. 

Instagram: @reporteredilenelopes

Twitter:@reporteredilene