Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

'Estou tranquilo, vou responder sobre tudo que for perguntado', diz Adalclever sobre CPI

13/10/2021 às 09:41
'Estou tranquilo, vou responder sobre tudo que for perguntado', diz Adalclever sobre CPI

O secretário de governo da Prefeitura de Belo Horizonte, Adalclever Lopes, certamente, vai argumentar que não tentou interferir na CPI da BHtrans, que a decisão de suspender o Comitê que discute o preço da passagem e a relação com empresários de ônibus foi do prefeito Alexandre Kalil. Que ele não arrecadou e nem planejava arrecadar recursos de caixa 2 de campanha e que não encomendou pesquisa de intenção de votos via agencia que prestava serviço para a PBH. 

O vereador Gabriel Azevedo passou o feriado terminando a linha do tempo e os questionamentos que deve apresentar e fazer ao secretário de governo e, com certeza, vai atacar todos esses pontos. Inclusive, o parlamentar pode tentar mostrar uma suposta ligação entre o instituto de pesquisa que, segundo o ex-chefe de gabinete, Alberto Lage, fez levantamento de intenção de votos em março deste ano a pedido do secretário de governo. E que seria a mesma empresa que faria as pesquisas para entidade do transporte a qual a família do secretário de governo é ligada.

Adalclever disse que está tranquilo e que vai responder a tudo o que for perguntado. E que aguarda com resiliência o resultado do Conselho de Ética da prefeitura, ao qual ele já prestou depoimento e para o qual se comprometeu em dizer a verdade, diferente de Alberto Lage, que o denunciou e não fez o compromisso. Segundo ele, essa diferença entre os dois é crucial.

O secretário já havia dito antes à coluna Em Cima do Fato que a leitura dele é que essa “fábrica de CPIs” é um esforço para tentar enfraquecer o prefeito Alexandre Kalil (PSD) para a disputa ao governo do Estado em 2022. 

Instagram: @reporteredilenelopes
Twitter: @reporteredilene

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Temperatura máxima pode chegar aos 28ºC #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Antes da pandemia, cerca de 3.500 profissionais atuavam na área; agora, não é possível precisar o número #itatiaia

    Acessar Link