Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

Cidades

Ministro do Turismo defende realização de laudos geológicos para cânions, grutas e cavernas

Em reunião com secretários, ministro também solicitou relatórios sobre a variante Ômicron

10/01/2022 às 07:09
Ouça na Íntegra
00:00 00:00

Em reunião com secretários estaduais de Turismo, de todo o Brasil, convocada por causa do descolamento de rocha que matou 10 pessoas em um dos cânions de Capitólio, o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, defendeu a realização de laudos geológicos de todas as formações rochosas incluindo cânions, grutas e cavernas que sejam área de visitação no país. O ministro solicitou que os estados e municípios enviem com urgência ao ministério as zonas prioritárias para que sejam feitos o mapeamento e a vistoria.

O ministro também defendeu que o Turismo seja incluído com urgência no Plano Nacional de defesa Civil. A reunião remota com Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo foi fechada para a participação apenas de autoridades, mas a Itatiaia teve acesso exclusivo às informações.

Imagem bíblica
Sobre o ocorrido em Capitólio, o chefe da pasta disse aos secretários que ficou impressionado, que nunca viu nada parecido, que as cenas que rodam o mundo são como uma “imagem bíblica”, que “a gente só vê um um iceberg”.  Gilson Machado Neto tratou o episódio como uma fatalidade, mas disse que é preciso adotar providências urgentes para tornar os ambientes mais seguros para operadores e turistas. 


Curso para condutores náuticos
O Ministério também anunciou que vai lançar no semestre que vem um curso para condutores náuticos em todo o Brasil que deve aumentar a segurança, inclusive na interação dos pilotos como o meio ambiente.


Cânions de Xingó
Bernardo Brandão, secretário adjunto de turismo participou da reunião por Minas Gerais. Representantes de outros estados demonstraram solidariedade e preocupação, Sergipe, por exemplo, que tem áreas de visitação similares aos cânions de Capitólio, afirmou que o turismo já está tendo impactos porque o medo se alastrou. 
O próprio ministro disse na reunião que, depois de Capitólio, os cânions da hidrelétrica do Xingó, em Sergipe, são outra grande preocupação e já estão sendo vistoriados.

Preocupação com a Omicron
Por fim, ano final da reunião o ministro do Turismo Gilson Machado Neto, pediu que todos os estados enviem relatórios sobre os números da variante Omicron em cada unidade da federação, por que a situação é preocupante, e inclusive o pai dele está internado. 

MPF vai investigar causas do acidente em Capitólio
A Procuradoria do Ministério Público Federal (MPF) em Passos (MG) instaurou procedimento para apurar as causas do descolamento da rocha que matou 10 pessoas em um dos cânions em Capitólio. A investigação também vai verificar quais providências devem ser tomadas para evitar outras ocorrências semelhantes. Como a fiscalização da navegabilidade no lago é responsabilidade da Marinha e a represa para produção de energia hidrelétrica é administrada por Furnas, uma estatal federal, são competentes para investigação e proposição de ações o Ministério Público Federal, a Polícia Federal e a Advocacia Geral da União (AGU).

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    O primeiro confronto entre os adversários da primeira rodada do Estadual aconteceu em 14 de julho de 1912. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    No dia 25 de janeiro de 2019 uma barragem da Vale se rompeu e causou centenas de mortes e danos na natureza #itatiaia

    Acessar Link