Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

Deputado quer que Zema peça desculpas por fala sobre auxílio emergencial

06/10/2021 às 06:06

A fala do governador Romeu Zema (Novo) durante anúncio do pagamento do auxílio emergencial em parcela única de R$ 600 para pessoas em situação de extrema pobreza em Minas Gerais não pára de repercutir. Agora há pouco (tarde de quarta-feira, 6), o deputado estadual e líder da oposição na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), André Quintão (PT), disse que Zema precisa vir a público e pedir desculpas a 1,5 milhão de mineiros que receberão o auxílio – isto por ter dito que "muitas pessoas vão acabar bebendo com esse dinheiro".

Vão para o bar

O pronunciamento de Zema foi o seguinte: "Nós sabemos, infelizmente, que muitas pessoas ao receberem esse dinheiro não fazem uso adequado do mesmo, vão para o bar, para o boteco, e ali já deixam uma boa parte ou quase a totalidade do que receberam. Então, se ele [auxílio emergencial] fosse pago de forma parcelada, muito provavelmente a sua efetividade social teria sido maior".

Alfinetando a Assembleia

A fala atingiu em cheio os deputados que são autores da proposta e que pensaram o formato de parcela única com um montante maior a ser pago de uma só vez. 

Sem retratação

Interlocutores do governador afirmam que ele não teve a intenção de ofender ninguém e quis apenas alertar sobre o possível mal uso de recurso e, a princípio, por isso, não deve haver retratação.

Às pressas

Uma outra informação de bastidores é que depois que o auxílio emergencial da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) foi aprovado, na semana passada pela Câmara, o governo do Estado, e em especial a pasta de Desenvolvimento Social, se apressou em anunciar a data do pagamento do auxílio estadual, antes que a prefeitura fizesse primeiro.

Instagram: @reporteredilenelopes

Twitter: @reporteredilene

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Entre as drogas estavam 307 quilos de maconha

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Negócio envolve R$ 7,5 bilhões e a aquisição de 386 unidades de varejo de autosserviço

    Acessar Link