Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

Política

Deputado quer que Polícia investigue denúncias de grampo por causa de CPI da Cemig

06/08/2021 às 09:01
Ouça na Íntegra
00:00 00:00

As declarações que o deputado professor Cleiton (PSB), responsável pelo requerimento que criou a CPI da Cemig, deu durante a semana, não param de render. 

Depois de ele ter dito que está sendo ameaçado e foi grampeado por uma empresa que presta serviço para a Cemig, depois da abertura da CPI, o deputado Roberto Andrade (Avante) que é da base de governo, protocolou um requerimento na Assembleia pedindo que as denúncias sejam investigadas e que seja solicitada a entrada da polícia no caso. 

O deputado disse à coluna Em cima do fato que está preocupado com o próprio professor Cleiton, com todos os parlamentares - porque não quer que nem ele e nem os colegas tenham a privacidade invadida e os telefones grampeados. Disse estar preocupado também com a Cemig, que é uma estatal com ação na Bolsa e sensível a qualquer declaração grave, como essa de grampos e ameaças. 

Resposta do governo 

Mas a verdade é que esse pedido de investigação é uma resposta do governo à CPI, já que várias fontes do executivo acreditam que o grampo no qual o deputado professor Cleiton foi monitorado não é de nenhuma empresa ligada à CEMIG, mas estaria relacionado a CPI da Covid, do senado. Já que o sigilo telefônico do cabo da polícia militar, Luis Paulo Dominguetti, que seria vendedor de vacinas e denunciou um pedido de propina foi quebrado. E dentre as conversas tinha um diálogo com o deputado professor Cleiton. Ele teria tido o sigilo quebrado indiretamente por causa do Dominguetti e da CPI da Covid. 

Enfraquecer denúncias 

Não acredito que isso possa trazer complicações para o deputado, já que ele e Dominguetti são da mesma região, do sul de Minas e ao que tudo indica já eram conhecidos – mas, de toda forma, esse pedido de investigação do governo pode enfraquecer, de alguma forma, as denúncias feitas pelo deputado envolvendo a CEMIG. É mais um capitulo da guerra entre governo e Assembleia. 

Instagram: @reporteredilenelopes
Twitter: @reporteredilene
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    O erro só foi descoberto porque o corpo do homem estava demorando para ser liberado

    Acessar Link