Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

Deputado mineiro pode concorrer com Amoêdo para ser candidato do Novo à presidência em 2022

04/06/2021 às 04:30

O diretório do Partido Novo em Minas deve ter pelo menos um representante na disputa interna para candidatura à presidência da República em 2022. Logo depois de João Amoêdo ter anunciado que foi indicado para concorrer ao cargo, o nome do deputado federal mineiro Tiago Mitraud também apareceu.

Para participar do processo seletivo interno, o candidato tem que ser indicado por 21 dos 40 membros do diretório nacional. Podem ser indicados diversos candidatos. João Amoêdo teve o nome colocado por 36 dos 40 membros e já é candidato interno. Mitraud afirma que foi procurado primeiro pelo Diretório de Santa Catarina e, até agora, tem apoio de 8 dos 19 diretórios estaduais.

Embora não tenha colocado o próprio nome, Mitraud aceitará concorrer se esse for o resultado. Agora, para ser indicado, ele vai precisar de 21 assinaturas. A princípio, teria 16. O apoio de 40 filiados com mandatários ele já tem. Os nomes estão em uma carta de apoio feita nessa quinta-feira (3). Dentre eles, estão sete representantes de Minas, entre vereadores, deputados estaduais e federais.  O prazo para inscrições termina no dia 1 de outubro. 

Racha

Pouco se fala abertamente sobre o assunto, mas há um racha entre o Novo Nacional e o Novo em Minas. As divergências vão desde o fato de o governador Romeu Zema fazer um governo sem embates com Bolsonaro, até o fato de o diretório em Minas acreditar em alianças.

A declaração de Amoêdo, em entrevista exclusiva ao podcast Abrindo o Jogo, ao considerar que não vê Zema como um nome para cenário nacional, também provocou desgaste. Leia a matéria e ouça o podcast neste link.

Volta às aulas presenciais

Na segunda-feira (7), a Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais vai promover reunião com representantes da Procuradoria-Geral do Município de Belo Horizonte, do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública Municipal de Belo Horizonte e do Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais. O objetivo é uma solução consensual para o planejamento da volta às aulas presenciais na rede municipal de ensino. Embora o prazo de 15 dias proposto pela Defensoria Pública esteja correndo, a tentativa será de mediação.  

Na quinta-feira (10), continua o julgamento de três mandados de segurança para retomada de aulas presenciais nas escolas públicas estaduais.

Instagram: @reporteredilenelopes
Twitter: @reporteredilene

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Câmaras flagraram ação suspeita, e crime foi impedido por seguranças #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Calendário será seguido conforme o número do benefício do assegurado #Itatiaia

    Acessar Link