Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

Deputado federal, deputado estadual e vereador: sempre tem alguém no centro de uma confusão

07/05/2021 às 05:00

O posicionamento do Diretório Nacional do Partido Novo contra o deputado estadual Bartô está sendo assunto na Assembleia Legislativa. No grupo de WhatsApp dos deputados, teve parlamentar de sigla mais de centro que convidou Bartô para mudar de legenda, em tom de brincadeira, segundo alguns deles. 

Conforme nós trouxemos ontem na coluna, o posicionamento do Novo veio depois de polêmica durante a manifestação pró-Bolsonaro no final de semana, na capital mineira, quando o deputado Bartô figurou como testemunha em um episódio em que o morador de um prédio na avenida Afonso Pena foi apontado por jogar ovo em quem estava no protesto e, mesmo sem comprovação, foi preso dentro de casa.

O parlamentar aparece em vários vídeos, junto à polícia, na ocorrência. O caso está sendo investigado pelo Ministério Público como abuso de autoridade.  Bartô nega que tenha cometido qualquer abuso.

O Novo ainda não falou, oficialmente, em expulsão, mas na nota disse que a postura do deputado é vergonhosa e completamente incompatível com a de um servidor público, especialmente do Novo, e informou que já tomou as medidas cabíveis, junto à Comissão de Ética Partidária, para punir adequadamente o ato, que classificou como deplorável, desrespeitando o Estado de Direito, a Constituição e o Estatuto do Novo. 

Expulsão?

Se for expulso, o deputado, possivelmente, poderá se filiar a outra legenda e continuar seu mandato, a menos que ele alegue que tenha sofrido grave discriminação no partido. Se pedir para sair antes de ser expulso e trocar de legenda, o Novo pode reivindicar o mandado para que assuma a cadeira o primeiro suplente. 

Mesmo que o Novo perca a cadeira, alguns parlamentares, afirmam que não faria tanta diferença assim em termos de votação na Assembleia, já que nem sempre Bartô vota a favor de projetos do governo.  Para completar, ontem, o advogado Daniel Deslandes, entrou com um pedido de cassação do deputado Bartô por quebra de decoro parlamentar. 

Sentado no vaso

Na Câmara Municipal de Belo Horizonte quem entrou com pedido de cassação essa semana foi o advogado Mariel Marra, também famoso por apresentar pedidos de impeachment. O alvo foi o vereador Bim da Ambulância (PSD), depois que postou uma foto, sentado no vaso, seminu, nas redes sociais.

Sob nova direção?

Confusão e intrigas também envolvendo um deputado federal. Na próxima quarta-feira (12), a Executiva Nacional do MDB vai decidir se prorroga ou não o mandato do deputado federal Newton Cardoso Junior no Diretório Mineiro.

Revoltados com o comando do partido em Minas, caracterizado por alguns como “direcionado a interesses pessoais”, medebistas enviaram uma carta ao Diretório Nacional no último mês e foi formada uma comissão para analisar a situação em Minas. Se o comando de Newton Cardoso Junior for renovado, correligionários ameaçam uma debandada da legenda. 

Instagram: @reporteredilenelopes
Twitter: @reporteredilene

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Coimbra convida jogador da Copa Itatiaia Kaiser para testes no clube https://www.itatiaia.com.br/CopaItatiaia/noticia/coimbra-convida-jogador-da-copa-itatiaia-kaiser-para-tes...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    A suspeita é de que a vítima estava em alta velocidade #itatiaia

    Acessar Link