Ouça a rádio

Compartilhe

Deputado defende uso parte dos recursos do acordo de Mariana para pagar dívida do estado com a União

Enquanto o Governo de Minas pressiona a Assembleia e briga na justiça para aprovar o Regime de Recuperação Fiscal (RRF), que vai possibilitar o rearranjo do pagamento da dívida do Estado com a União, suspensa por liminar judicial concedida ainda no governo de Fernando Pimentel,  em Brasília deputados conversam sobre uma outra possibilidade.

A ideia seria usar parte dos recursos da repactuação do acordo de Mariana para pagar parcialmente a dívida do Estado com a União e renegociar o restante usando como base o que prevê a PEC dos Precatórios, que inclui o encontro de contas e a renegociação de dívidas pela Taxa Selic em casos em que há condenação e também nos que ainda estão sendo discutidos. 

O coordenador da bancada mineira e da maioria na Câmara, deputado federal Diego Andrade (PSD), que presidiu a PEC dos Precatórios, é um entusiasta dessa ideia e tem comentado sobre o assunto com os colegas.

Instagram: @reporteredilenelopes
Twitter:@reporteredilene