Ouça a rádio

Compartilhe

Depois de adiar viagem a Minas, Lula planeja fazer duas visitas ao estado

Ao invés de uma viagem a Minas Gerais, o ex-presidente Lula planeja fazer duas visitas ao estado. O assunto ainda está sendo debatido pelo partido e foi discutido na última reunião da cúpula petista com a presidente nacional, Gleisi Hoffmann. Inicialmente, a ida estava prevista para acontecer entre os dias 15 e 18 de setembro, mas a viagem foi adiada. Segundo correligionários do ex-presidente, são dois motivos: o primeiro é que ele planeja tomar a terceira dose da vacina antes, e o segundo é a possível participação dele em um encontro dos povos latino-americanos no México.

Final de setembro, início de outubro

A nova data viagem a Minas Gerais ainda não foi definida mas, provavelmente, acontecerá no final de setembro ou no início de outubro. O planejamento inicial era que ele visitasse Juiz de Fora, Contagem, Belo Horizonte e Montes Claros. No entanto, depois da viagem ao nordeste, onde Lula ficou duas semanas, a avaliação foi que as próximas viagens devem ser mais curtas. 

Primeira viagem

O deputado federal Rogério Correia (PT) é do grupo que organiza a viagem de Lula ao estado. O PT debate a possibilidade de, em uma primeira etapa, Lula visitar Juiz de Fora, na Zona da Mata, onde vai se encontrar com a prefeita petista Margarida Salomão e movimentos sociais e deve visitar o Memorial Presidente Itamar Franco. A mensagem que Lula pretende passar é de defesa de uma política que respeita as diferenças.

Em Contagem, encontra a também prefeita petista Marília Campos e visita uma das unidades de saúde que passou por intervenção da prefeitura na gestão. No discurso, Lula deve fazer defesa do SUS e falar contra a PEC 32, que propõe a reforma administrativa. Em Belo Horizonte, Lula vai se encontrar com a bancada de deputados estaduais e federais do PT e também com membros de outros partidos progressistas. O pretenso encontro com o prefeito Alexandre Kalil (PSD) não está confirmado.

Segunda viagem
Uma segunda visita, sem data marcada, teria como rota o norte de Minas Gerais e os vales do Jequitinhonha e do Mucuri. No trajeto estão Montes Claros e Teófilo Otoni, cidade governada pelo prefeito petista, Daniel Sucupira.O Partido dos Trabalhadores já definiu que depois a próxima viagem será a Minas Gerais, segundo maior colégio eleitoral do Brasil.

Instagram: @reporteredilenelopes

Twitter: @reporteredilene