Ouça a rádio

Compartilhe

Construções podem ser embargadas se responsáveis não apoiarem obras viárias entre Nova Lima e BH

O procurador-geral de Justiça, chefe do Ministério Publico de Minas Gerais (MPMG), Jarbas Soares Junior está determinado a resolver o problema do transito caótico entre Belo Horizonte e Nova Lima. 

Fundo para obras viárias

Ainda nesta semana, provavelmente na quinta-feira (5), o MP vai propor a criação de um fundo para obras viárias, que pode ser judicial ou legal. Se for por meio de lei, deve ser criado pela Prefeitura de Nova Lima. E a proposta é que esse fundo seja abastecido por meio de compensação ou doações, feitas por empresas responsáveis por grandes empreendimentos em Nova Lima, como prédios altos, hospitais e centros comerciais. 

A leitura do MP é que a região é uma bomba relógio prestes a explodir, e que o transito não suporta mais nenhuma grande obra.

Judicialização

Eu já acompanho faz um tempo o estilo de gestão do procurador. Ele está chamando as empresas para diálogo, para tentar resolver sem judicializar. Se as empresas não toparem contribuir, na minha avaliação, não demora muito e o Ministério Publico vai começar a embargar vários empreendimentos na região de Nova Lima. Aí é confusão na certa.

Instagram: @reporteredilenelopes
Twitter: @reporteredilene