Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

Deputado Coronel Sandro vai se filiar ao PL na próxima sexta-feira (11)

Com a migração de Bolsonaristas para o PL, Assembleia "ganha" bloco com petistas e bolsonaristas: "Lulanaro"

09/03/2022 às 09:06

O deputado estadual Coronel Sandro (PSL) vai se filiar ao PL, partido do presidente Jair Bolsonaro, na próxima sexta-feira, em Belo Horizonte. Também devem ir para a legenda o deputado estadual Bruno Engler (PRTB) e o deputado estadual Bartô (sem partido). Ambos já acertaram com a sigla, mas ainda não tem data de filiação.

Bloco Lulanaro

O Partido Liberal (PL), que desde novembro conta com o presidente Jair Bolsonaro entre seus membros, faz parte da oposição na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. A composição foi feita em 2018 para que houvesse um número mínimo de deputados no grupo para formar o bloco de oposição, que é liderado pelo PT e compostos também por partidos como PSOL e Rede. 


A ida do presidente Jair Bolsonaro para o PL atraiu vários conservadores e bolsonaristas para o partido e, por consequência, para o bloco de oposição na Assembleia. Apesar de alguns terem demonstrado que vão querer sair do bloco do PT, a princípio, pela apuração da coluna com lideranças, por uma questão regimental de formação de blocos apenas no início da legislatura e por um arranjo feito pela presidência da casa com os partidos pra que exista formalmente um bloco de oposição, com a distribuição de cargos que ele proporciona entre os partidos, tudo deve permanecer formalmente como está: um bloco de oposição que não é todo de oposição e um grupo misto de petistas e bolsonaristas.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou