Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

Caetano Veloso coordena protesto em Brasília na próxima quarta (9)

Protesto ocorre na semana em que Câmara pode voltar PL que libera mineração em terras indígenas

06/03/2022 às 08:29

O cantor e compositor Caetano Veloso convocou um ato contra a política ambiental do governo do presidente Jair Bolsonaro, na próxima quarta-feira (9) com presença de outros artistas e de vários movimentos sociais. Foram convidados Seu Jorge, Alessandra Negrini, Criolo, Emicida, Bela Gil, Lazaro Ramos, Leticia Sabatella, Bruno Gagliasso, Nando Reis, Maria Gadu, Christiani Torloni, a Chef  Paola Carossella e movimentos sociais  como Greepeace, MST e Uneafro.

O protesto está sendo chamado de Ato pela Terra e, segundo o cantor, é uma manifestação contra o pacote de destruição ambiental. 

A mobilização ocorre na semana em que o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP) pode colocar em pauta PL 191/2020, que libera mineração em terras indígenas e vem sendo defendido pelo presidente da república como solução contra um possivel desabastecimento de fertilizantes, provocado pela guerra entre a Rússia e a Ucrânia.

Dentro do Congresso, a bancada petista afirma que o objetivo do governo é legalizar a prática do garimpo ilegal que já existe em terras indígenas e que o possivel desabastecimento de fertilizantes, por causa da guerra, seria apenas uma desculpa. A oposição defende que o governo reabra a fábrica de fertilizantes do Paraná, fechada durante o governo Temer, e afirma que a culpa pelo risco de um desabastecimento é do próprio governo brasileiro que já arrendou duas unidades para a iniciativa privada, na Bahia e em Sergipe e vendeu a Unidade de Fertilizantes Nitrogenados (UFNE), no Mato Grosso Sul, para um grupo empresarial russo. Políticos também vão participar da manifestação.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou