Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

BR 381 e ampliação do metrô. Agora sai?

26/08/2021 às 08:55

O edital de concessão da BR 381 será lançado na quarta-feira que vem em BH, segundo o governador Romeu Zema, que se reuniu ontem com os ministros da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, aqui em Brasilia. Pelo que nós apuramos, o planejamento das autoridades é fazer um evento na semana no dia primeiro na Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG)

O acordo do metrô também foi fechado ontem, segundo as autoridades, mas não há data exata lançamento de edital para licitação, o que deve ocorrer no primeiro trimestre, conforme o ministro da infraestrutura adiantou, em julho, para Itatiaia.

O senador Carlos Viana (PSD) chegou a dizer que no dia 25, ontem, haveria um anuncio sobre privatização do metrô e concessão da BR 381, em BH, mas o evento foi adiado. Segundo a assessoria do senador, o evento foi adiando em função da agenda do ministro, que acabou se reunindo, aqui em Brasilia, com Zema. Semana que vem haverá anúncio de 381, mas não terá o do metro ainda.

Projeto enviado

Eu acabei de receber a informação de que o governo de Minas foi informado de que a mensagem sobre o projeto de lei que autoriza a saída de 2,8 bi de recursos dos cofres públicos federais para o metrô foi enviado para o Congresso ontem.

Agora sai?

Parece que está andando parece? Parece. Vai sair ampliação de metrô ou duplicação de 381? Como a maioria dos mineiros, eu só acredito vendo. E espero ver. Passamos por gestões federais do governo do PSDB, do PT, do MDB, agora é o presidente Jair Bolsonaro e vai chegando no fim das gestões, aparecem os anúncios, mas depois as obras não vêm. São décadas de promessas. 

Instagram: @reporteredilenelopes
Twitter: @reporteredilene

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Entre as drogas estavam 307 quilos de maconha

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Negócio envolve R$ 7,5 bilhões e a aquisição de 386 unidades de varejo de autosserviço

    Acessar Link