Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

Após se reunir com Lula, Kalil se encontrou nessa segunda-feira (7) com senador Alexandre Silveira

PT quer Reginaldo como senador na chapa de Kalil, mas PSD tem Silveira como pré-candidato

08/03/2022 às 06:50

 

Depois de se reunir com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no dia 24 de fevereiro em São Paulo, o prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD), se reuniu com o senador Alexandre Silveira, presidente do PSD em Minas Gerais, nessa segunda-feira (7) em Belo Horizonte. O assunto das duas reuniões foi a formação da chapa para o governo de Minas nas eleições de 2022. O impasse é que o Partido dos Trabalhadores (PT) quer apoiar Kalil para o governo de Minas mas, em troca, exige a candidatura para a vaga ao senado. O pré-candidato petista é o deputado federal Reginaldo Lopes, líder da bancada do PT na Câmara dos Deputados. No entanto, o PSD, partido de Kalil, também tem um pré-candidato ao senado, que é o senador Alexandre Silveira, que não tem falado sobre o assunto.

PSD

Entre os outros integrantes da bancada do PSD, a informação é que o partido não vai aceitar pressão do PT. “A imposição de um deputado do PT pode implodir a possibilidade de aliança”, disse uma das fontes da coluna. Ainda segundo integrantes do partido não será feita nenhuma aliança informal, como tem sido ventilado. O PSD só aceita aliança com o PT ou a federação da qual ele fizer parte, se não houver nenhuma exigência por parte do Partido dos Trabalhadores.

 

Kalil

Embora Kalil também esteja em um pacto de silêncio sobre a questão, fontes ligadas ao prefeito afirmam que ele está colocando na balança a leitura de que migrando para um partido mais à esquerda, como o PSB, ele estaria “matando a candidatura”, porque perderia os votos de centro esquerda do PSD.

 

Petistas

O Partido dos Trabalhadores não quer abrir mão da vaga ao senado e petistas vislumbram várias possibilidades, inclusive ter dois senadores na chapa, o que só poderia ser feito em uma aliança informal em que apenas um deles apareceria, por exemplo, na propaganda eleitoral, segundo peesedistas. Essa é uma “solução” que desagrada ao PT e é descartada pelo PSD. Outra possibilidade aventada é Silveira candidato a vice de Kalil. O PSD também rechaça essa ideia.  O impasse permanece. Kalil que testou positivo para Covid desmarcou todos os compromissos que tinha para a semana.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou