Edilene Lopes

Coluna da Edilene Lopes

Veja todas as colunas

Antecipação de relatório sinaliza que Bolsonaro tomou a cena e CPI da Pandemia perde força

18/08/2021 às 09:17

É justamente porque está perdendo força que a CPI da Pandemia deve entregar o relatório final em setembro e não em novembro, quando termina o prazo para encerrar os trabalhos. 

Cancelamentos

Nós vimos nesta semana que a acareação entre o ministro Onyx Lorenzoni e o deputado federal Luis Miranda (DEM) foi suspensa, que o ministro da Defesa Braga Netto (que era da Casa Civil) seria convocado, mas não houve consenso para isso. E isso ocorre por dois motivos: um é que quando integrantes do governo vão à CPI eles conseguem argumentar de forma que também tenham apoio e visibilidade e outra é que o governo tem conseguido se articular para não se expor na CPI. 

Big Brother

O desgaste que a CPI, que começou em abril, promovia, sendo quase um Big Brother da política, não ocorre mais. A vacinação avançou muito em relação ao que estava no começo e, com isso, o número de mortes cai e a revolta da população fica menos latente. 

Robou a cena

E, por último, com a briga do voto impresso e, agora, com o pedido de impeachment do presidente do Supremo, Bolsonaro tomou a cena e, no quesito polêmica. não tem para ninguém.  Agora em setembro o relatório da CPI virá pesado, quanto a isso não há dúvidas.

Instagram: @reporteredilenelopes
Twitter: @reporteredilene

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    A suspeita é de que a vítima estava em alta velocidade #itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O homem estava sem capacete e foi localizado com vários ferimentos na região da cabeça #itatiaia

    Acessar Link