Anônimo

Coluna do Anônimo

Veja todas as colunas

Esportes

Sem mando de campo

21/07/2020 às 05:38

Amigos, estamos a um passo do retorno do futebol em Minas Gerais. No próximo domingo, já teremos não apenas os três grandes clubes do estado em campo, como um clássico entre dois deles. É como se o nosso coração esportivo voltasse a bater, mesmo que descompassado, depois de um tempo na UTI respirando por aparelhos. Só não recebemos alta médica porque a nossa ‘imunidade’ está fraca, e não podemos colocar em risco o mais importante do esporte: seus torcedores.

Há 70 anos vivíamos o ‘Maracanazo’, onde o Brasil perdeu a Copa do Mundo em casa para o Uruguai. E o saudoso Nelson Rodrigues analisou: “Há uma relação nítida e taxativa entre a torcida e a seleção. Um péssimo torcedor corresponde a um péssimo jogador. De resto, convém notar o seguinte: — o escrete brasileiro implica todos nós e cada um de nós. Afinal, ele traduz uma projeção de nossos defeitos e de nossas qualidades. Em 50, houve mais que o revés de onze sujeitos, houve o fracasso do homem brasileiro.”

E cá estamos nós. Relacionando nosso esporte à sociedade mais uma vez. Quando o mundo para, a bola também para. E quando a decisão é recomeçar, ela também volta à cal no canteiro central. Mas como será esse ‘novo normal’? Como se comportará nossos jogadores sem o feedback imediato das arquibancadas? Quem levará o time ao êxito na vitória e ao apoio, ou indignação, na derrota? Para onde vai, ou de onde vem o grito de gol? Para quem, afinal, o time vestirá a camisa?

São perguntas que, sinceramente, não gostaria de ter resposta. Recorrendo a Nelson Rodrigues novamente, me veio a resposta: “Na verdade, a torcida pode salvar ou liquidar um time. É o craque que lida com a bola e a chuta. Mas acreditem: — o torcedor está por trás, dispondo.”

Amigos, é isso! Podemos salvar nosso futebol. Mais que isso: podemos nos salvar! E a única forma disso acontecer é seguirmos rigorosamente as recomendações da saúde. Quanto mais nos cuidarmos, mais próximos ficaremos do fim da pandemia e, consequentemente, do retorno aos estádios. O craque do nosso time depende de nós; o perna de pau, também. 

Cuide-se! O mando de campo só vale quando você está. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    As informações sobre a semana e os eventos serão transmitidos nas redes sociais do ministério e da Secretaria Nacional da Juventude.#Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️Técnico do América não poupou críticas à atuação do juiz Felipe Fernandes de Lima no clássico contra o Atlético. #itatiaia

    Acessar Link